Nova gestão do CMAS toma posse

0
29

Os novos integrantes do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) tomaram posse na terça-feira, dia 15. Os 28 conselheiros (sendo 14 titulares e 14 suplentes) terão mandato até 2024. O ato de posse aconteceu na sede da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads), assim como a eleição da mesa diretora.

A psicóloga e servidora da Sads, Tania Maria Guerra, foi eleita presidente.  O gerontólogo e coordenador-geral do Grupo Vida Brasil, Julian Pierre Coelho, assumirá a vice-presidência. A eleição foi por aclamação e unanimidade dos conselheiros. Pela norma, o cargo da secretaria executiva é indicado pelo órgão gestor, no caso, a própria Sads.

A presidente recém-eleita agradeceu a oportunidade de fazer parte do Conselho e declarou que “o trabalho não é de uma única mão”, solicitando a colaboração de todos. Já o novo vice-presidente disse estar completamente disposto para contribuir com seu trabalho nos próximos dois anos.

O Conselho Municipal de Assistência Social é o órgão que reúne representantes do governo e da sociedade civil para discutir, estabelecer normas e fiscalizar a prestação de serviços socioassistenciais. Tem como principais atribuições deliberar e fiscalizar a execução da Política de Assistência Social e seu funcionamento; convocar e encaminhar as deliberações das conferências de assistência social; apreciar e aprovar o Plano da Assistência Social; apreciar e aprovar a proposta orçamentária dos recursos da assistência social a ser encaminhada ao Poder Legislativo, entre outras.

A composição
Anteriormente, já haviam sido eleitas as Organizações da Sociedade Civil que participarão desta gestão (2022 a 2024) do CMAS. Entre 10 organizações, cinco foram eleitas para titulares: Apae, CEPAC, GRUPO VIDA BRASIL, PROJOV e SBB. Ficaram com a vaga de suplentes: Futuro Melhor, GAISB, IBP, IEPPC e SAF. Em um segundo processo, ocorreu a eleição dos trabalhadores e usuários do SUAS. Paulo Dobay do Amaral Martins ficou com a vaga de titular e Adi Dourado Rodrigues com a vaga de suplente dos trabalhadores, que foi disputada por nove candidatos. Em relação aos usuários, 11 candidatos disputaram e Vilma da Silva Santos conquistou a titularidade enquanto Adriana de Souza ficou com a suplência.

Agradecimentos
Valéria dos Santos Dias, do Cepac, deixou o cargo de presidente e Sônia Maria Di Fiori Soares, representante da Sads, despediu-se do cargo de vice. Ambas agradeceram a oportunidade e relataram que mesmo num mandato atípico, por conta da pandemia, avanços foram feitos.

Adriana Bueno Molina, secretária da Sads, desejou bom trabalho aos novos conselheiros. Ela ressaltou o comprometimento do governo: “na Sads, tentamos fortalecer os conselhos municipais ligados a nós oferecendo toda a estrutura e suporte técnico”.

A secretária também lembrou que nos conselhos municipais é importante a alternância na presidência: “na gestão passada, o comando ficou com uma Organização da Sociedade Civil e agora é a vez do governo”.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri