InovAçãoBarueri disponibiliza vários cursos on-line na plataforma e na TV

0
72

A plataforma InovAção Barueri foi criada em julho de 2020 com o objetivo de fornecer suporte técnico a estudantes, professores, empresários e profissionais de várias áreas no desenvolvimento de suas ideias.

Ocorre muitas vezes que um empreendedor tem um projeto maravilhoso na mente, mas não sabe dar os primeiros passos. Alguns, por achar que são inviáveis economicamente, desistem ainda na fase embrionária.

O Projeto InovAção Barueri, administrado pelo CIT (Centro de Inovação e Tecnologia), disponibiliza não somente equipamentos modernos como também a orientação de profissionais qualificados. Logo na inauguração da plataforma, contou com a visita do ministro da Ciência e Tecnologia (MCT), Marcos Pontes.

“A gente vai receber a empresas pequenas ou a pessoa que tem uma ideia, pré-incubar, vamos ajudar, dar mentoria. Quando a gente ver que já tem um número considerável e uma certa maturidade, aí a gente vai partir para a incubação. Mas o nosso ambiente de pré-incubação está aberto para quem busca essa ajuda”, detalha Érika Alves de Araújo, coordenadora de Comunicação e Projetos de Inovação do CIT.

Além disso, o serviço oferece cursos on-line periódicos gratuitamente a todos os cadastrados em seu portal. Atualmente há três cursos disponíveis: “Scratch at home – Aprender Lógica de Programação de Maneira Fácil e Divertida”; “Administração do Tempo” e “Técnicas de Desenvolvimento Profissional“.

TV InovAção
TV InovAção Barueri, que funciona através de modernas plataformas de streaming, é o braço direito do aluno para o conteúdo programático disponível.

Temas como “sustentabilidade”, “cidades inteligentes”, “mulheres empreendedoras” e outros estão disponíveis também através de podcasts com convidados especiais. Acesse o site InovAÇÃO Barueri e também suas redes sociais e fique por dentro de tudo.

“Começamos com 17 mil visualizações e já temos mais de 50 mil interações. Os sete programas que estão no ar geram mais de 253 horas de programação e estamos procurando melhorar a grade”, afirma Érika.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri