“Futuras Chiquititas” precisam vencer Centro Olímpico duas vezes para conquistar título

0
89

O Ginásio Paulo Melaré, no Engenho Novo, foi palco na sexta-feira, dia 3, do primeiro jogo da final do Campeonato Metropolitano Sub-15 de vôlei feminino. A favorita equipe da AD Centro Olímpico (invicta na competição) venceu por 3 sets a 1 com parciais de 25×19, 25×27, 25×23 e 25×17.

A partida durou duas horas e quatro minutos. A atuação da ponteira Eduarda Zeni, que marcou expressivos 26 pontos (mais do que um set), foi o destaque da noite.

As intervenções do técnico Adroaldo Sousa até surtiram efeito no terceiro set, mas a reação parou por aí: “Vamos treinar duro para tentar reverter o resultado no próximo jogo”, afirma ele.

O regulamento prevê que o time derrotado no primeiro jogo tem que vencer o segundo por qualquer placar e também um golden set de 25 pontos logo em seguida. A finalíssima será no próximo dia 8 (quarta-feira) às 19h na casa do adversário (bairro Ibirapuera).

O torcedor-símbolo de Barueri
Moacir José da Silva, de 68 anos, metalúrgico aposentado, morador de Carapicuíba, se destaca entre os fanáticos torcedores de Barueri. Ele vibra o tempo todo, participa dos coros e desce da arquibancada como se estivesse ensaiando uma coreografia.

Mesmo quando a neta Maria Fernanda, a Mafê , jogadora da equipe Sub-14, não está em quadra. “A mãe dela não pode vir em todos os jogos por causa do trabalho, mas eu posso. Gostaria muito de vê-la jogando numa Olimpíada”, sonha.

Ficha técnica
Campeonato Metropolitano de Voleibol Feminino Sub-15 – Divisão Ouro – Primeira final
Ginásio Paulo Melaré, sexta-feira, 3 de dezembro de 2021 – 18h
Barueri Esporte Forte 1 x 3 A.D. Centro Olímpico (19×25, 27×25, 23×25 e 17×25)
Primeiro árbitro: Marcos Vinícius Ferreira
Segundo árbitro: Felipe Medeiros

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri