Demutran realiza nova blitz educativa para reduzir acidentes com motociclistas

0
22

Quase um mês após as diversas ações da Semana Nacional do Trânsito 2021, a Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (SSMU), por meio do Demutran, realizou na terça-feira, 26, uma nova blitz educativa para motociclistas, desta vez com o tema: “Trânsito Seguro”, com o objetivo de reduzir acidentes.

A nova ação aconteceu no bolsão de estacionamento para motos, na alameda Madeira, em Alphaville, e voltou a ser realizada por meio de Parceria Público-Privada (PPP), com a participação das empresas CCR/Via Oeste, Yamaha, Porto Seguro e Ifood.

Na blitz educativa, os motociclistas receberam abordagens primárias, orientações de segurança e material institucional dos agentes do Demutran, além de brindes entregues pelas empresas parceiras.

De acordo com Jaime Santos, diretor da Deteq (Divisão de Educação para o Trânsito, Estatística de Qualidade), departamento ligado ao Demutran, a Porto Seguro realizou limpeza, com produto específico, na viseira e capacete dos motociclistas; a Yamaha ofereceu um voucher para troca de óleo; e a Ifood deu a cada condutor de moto uma antena corta-linha de pipas e squeeze de água.

Pontos cegos
Para completar a ação, os motociclistas participaram da simulação de pontos cegos em caminhão da CCR/Via Oeste estacionado no retorno da alameda Madeira, com algumas motocicletas ao redor do veículo. “Ao entrar na cabine, como se ele fosse o motorista do caminhão, o motociclista percebeu ali os pontos cegos por onde ele não deve transitar quando estiver na via ao lado de um caminhão. Isso é muito esclarecedor porque muitos não se dão conta de que de lá de dentro do caminhão o motorista não consegue enxergar o motociclista”, ressaltou Jaime Santos.

Para Daniel Nunes Inácio, 26 anos, que participou da simulação, os pontos cegos realmente impedem a visão dos motoristas. “Realmente vi dentro do caminhão que tem um ponto cego. E muitas vezes nós motociclistas xingamos o caminhoneiro falando: você não nos viu? Você é louco?”, questionou.

De acordo com o motociclista, a ação é boa para conscientizar, sim, os colegas.  “É um evento bom para os motociclistas, porque, além dos brindes, nos ajudam a ganhar experiência a mais no trânsito”, reforçou Daniel, acrescentado que convidou, via WhatsApp, todos os motociclistas do grupo a participar da blitz educativa.

30% dos acidentes com motos
De acordo com dados coletados pela SSMU, 30% dos sinistros de trânsito registrados pelo município de Barueri envolvem motociclistas: quer seja numa colisão, num choque, atropelamento, dentre outros. No levantamento, de 802 acidentes ocorridos até setembro, 240 foram com motociclistas.

“Temos muitas vítimas no trânsito que são motociclistas”, disse Jaime Santos. O diretor explicou que em função do elevado número, devido à pandemia da Covid-19, quando o trabalho do motociclista aumentou por causa da demanda de entregas on-line, o Demutran reforçou o trabalho de conscientização. “O objetivo básico é esse: diminuir o risco e o número de acidentes envolvendo motociclistas nas vias públicas municipais”.

Novas ações
Na semana Nacional do Trânsito, Barueri abordou 150 motociclistas nas blitzes educativas. “Dada a repercussão e o êxito que conseguimos lograr, reunimos novamente os parceiros para realizarmos essa ação em Alphaville. A ideia é que a gente tenha, de uma maneira rotineira, a cada um ou dois meses, esse trabalho voltado para o motociclista em outras praças da cidade”, concluiu Jaime.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri