Vida a quem dá a vida: Barueri garante assistência integral à saúde da mulher

0
114

Esta matéria faz parte da série “Mulher Protagonista”, produzida pela Prefeitura de Barueri em homenagem ao Dia Internacional da Mulher 2021. De 8 a 12 de março foram publicadas reportagens com foco no protagonismo da mulher barueriense.

Nada pode ser suficiente quando o assunto é a saúde da mulher, afinal, quem mais merece uma vida longa e plena do que a única pessoa capaz de trazer mais vida ao mundo?

O Programa de Saúde da Mulher é ligado à Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde (Cabs). Presente em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), garante assistência integral ao público feminino de todas as faixas etárias. Isso inclui o cuidado e o acompanhamento às questões ginecológicas, à gestação, ao parto e ao puerpério.

Fazem parte dessa assistência consulta de rotina ginecológica; consulta de pré-natal, tanto de baixo quanto de alto risco; exames preventivos, como Papanicolau, mamografia, ultrassonografia e densitometria óssea; consultas no período do climatério; exames laboratoriais e de imagem; prevenção do câncer ginecológico; cirurgias ginecológicas benignas; e o encaminhamento de casos mais graves para os serviços de referência.

“A mulher apresenta patologias inerentes a ela, além do período gestacional. Diante disso a especialidade se faz necessária”, justifica o médico ginecologista e diretor do Programa de Saúde da Mulher de Barueri, Marco Antônio Nadal, sobre a necessidade de serviços voltados exclusivamente ao cuidado feminino.

De acordo com o médico, trata-se de um serviço de grande importância, não apenas por sua integralidade, mas pelos próprios indicadores em saúde que mostram todos os riscos a que as mulheres estão expostas.

“A divisão de Saúde da Mulher cuida de toda a parte feminina e também da assistência pré-natal. Alguns indicadores em saúde mostram bem a importância desse setor, como índice de câncer de mama e de câncer de colo do útero na população feminina, assim como os índices de mortalidade materna, prematuridade nos nascimentos, dentre outros”, aponta Nadal.

Em Barueri, as 20 UBSs contam com ginecologistas e obstetras em seu quadro médico. A maioria dos serviços realizados referem-se a consultas de rotina e pré-natal.

Uma ala inteira dedicada a elas no Centro de Diagnósticos
O Centro de Diagnósticos Maria Mariano Meneghin, por si só é um modelo na prestação de serviços de saúde em todo país. Embora pareça uma enorme clínica particular, oferece centenas de exames totalmente gratuitos. Mantido pela Prefeitura de Barueri, o equipamento foi inaugurado em agosto de 2019 e conta com uma ala inteira dedicada à saúde da mulher no primeiro andar.

Moderno e com uma das infraestruturas mais avançadas do setor, o Núcleo de Saúde da Mulher oferece exames como densitometria óssea; mamografia com tomossíntese (raro no setor público); mamografia com estereotaxia; colposcopia; ultrassons de mama, fetal e obstétrico; exames ginecológicos com imagem; além de um espaço destinado à coleta de exames laboratoriais em casos específicos, como o de pessoas com mobilidade comprometida, por exemplo. Lá também há assistência integral à mulher, tanto que dispõe de tecnologias específicas para gestantes.

Em termos de tecnologia o equipamento sai na frente até quando comparado a laboratórios da rede privada. Só no Núcleo feminino há dois mamógrafos de última geração: o de tomossíntese faz exames milimétricos da mama que depois podem ser reconstruídos em 3D. Com ele é possível fazer até 20 imagens “fatiadas” da mama. Ele permite ver um nódulo em várias posições, por exemplo. Com ele também é possível observar volume, tamanho e profundidade da mama, permitindo um diferencial no diagnóstico.

Já o outro mamógrafo possibilita fazer a estereotaxia da mama, que é um tipo de biopsia direcionada. Ela serve para localizar nódulos não palpáveis ou microcalcificações, orientando melhor o especialista quanto ao local para retirar o material para análise. Totalmente digitais, essas tecnologias oferecem imagens de alta qualidade e com grande resolução, favorecendo ainda mais a assertividade dos diagnósticos.

As pacientes saem tão satisfeitas após o atendimento que a pesquisa de satisfação realizada no setor aponta 100% de classificação “ótima”, tanto no que tange ao atendimento quanto à estrutura.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri