Semana da enfermagem termina com homenagens e palestras para a categoria

0
36

Com o auditório do Centro de Eventos repleto de profissionais da área, foi encerrada na sexta-feira (dia 20) a Semana da Enfermagem, uma promoção da Secretaria de Saúde de Barueri. Iniciada no dia 12 de maio, foi o primeiro evento presencial desde o surgimento da crise sanitária de Covid-19 em 2020.  

Aliás, cinco profissionais da enfermagem da rede municipal de saúde da cidade, mortos pela doença durante a pandemia, foram homenageados na ocasião. O evento também contou com a realização de palestras sobre comunicação, empreendedorismo e autocuidados aos profissionais de saúde 

Uma das homenageadas foi a técnica em enfermagem do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD), Maria de Lourdes da Silva, a Lourdinha, de 52 anos. Ela faleceu em maio de 2020, vitimada pela Covid. Sua irmã, a também técnica em enfermagem da rede de Barueri, Lucicleide da Silva Santos, representou a irmã na cerimônia.  

 Incentivo de família 
“Graças a minha irmã, uma grande incentivadora, que estou aqui atuando na Saúde. A enfermagem está no sangue da família”, disse Lucicleide, ao acrescentar que tem mais um irmão também atuando na mesma área. Os demais homenageados foram Givaldo Soares da Silva, José Gervásio Garcia, Sandra Sibéria e Nicileide Lima.  

A enfermagem, entre enfermeiros, técnicos e auxiliares, abriga a maior quantidade de profissionais na área de saúde no país. Só na Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde (Cabs) são 766 profissionais atuando nas Unidades Básicas de Saúde, nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e no Ganha Tempo. Há ainda outros, nos prontos-socorros, no Hospital Municipal de Barueri (HMB), nos Centros de Diagnósticos e de Especialidades, entre outros equipamentos da saúde. 

A diretora técnica de enfermagem da Cabs, Elaine de Fátima Fonseca, uma das organizadoras da Semana, disse que a iniciativa é voltada “pensando na satisfação dos colaboradores da rede de saúde da cidade”. A coordenadora técnica da Atenção Básica, Fernanda Lucas Medeiros Munhoz, ressaltou a relevância da enfermagem nos cuidados à população: “a primeira escuta é a da enfermagem, da lida com o cuidado ao paciente”.  

 Cuidados e motivação 
Nas palestras promovidas durante o evento, a biomédica integrativa Sidneia Ribeiro abordou os autocuidados que os profissionais da enfermagem devem ter consigo mesmos por ser uma área sujeita a fortes desgastes emocionais e pressões no dia a dia.  

Em outra palestra, Gisele Sant’Anna Neves, assessora técnica e científica da Cabs, apontou sobre a importância da comunicação não-violenta, assertiva, na qual os profissionais de saúde devem lidar com as chamadas soft skills, termo que se refere às habilidades do profissional, como capacidade de comunicação e trabalho em equipe. “O campo da saúde é tenso por essência, por isso a necessidade de o profissional também desenvolver essas habilidades”, completou. 

Em outra palestra, Dilma Campos, fundadora e CEO da Outra Praia, boutique de criatividade estratégica na área da comunicação, tratou do tema do empreendedorismo, principalmente as iniciativas que possam ser implementadas nos equipamentos públicos, o “intra-empreendedorismo”. Ela foi uma das responsáveis por trazer ao Brasil o Prêmio de Enfermagem Rainha Silva da Suécia, importante honraria de referência na área de enfermagem no país.  

A Semana da Enfermagem compreende os dias 12 de maio – Dia Internacional da Enfermagem e Dia do Enfermeiro, em homenagem à desbravadora Florence Nightingale – e 20 de maio, quando se comemora os auxiliares e técnicos de enfermagem no Brasil, data em referência a Ana Néri, a pioneira da enfermagem no país.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri