Sema apresenta o Programa Município VerdeAzul a representantes municipais

0
48

A Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri (Sema) realizou uma reunião na manhã da última terça-feira (dia 29) com representantes de todas as Secretarias Municipais para apresentar o Programa Município VerdeAzul (PMVA). O evento, encabeçado pelo secretário de Meio Ambiente, Marco Antônio de Oliveira (Bidu), contou com a presença do idealizador do Programa, José Walter Figueiredo Silva, que também já fez parte da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo do Estado de São Paulo.

Barueri participa do PMVA desde 2008, apenas um ano após seu lançamento pelo governo do Estado de São Paulo. A reunião aconteceu para que todos os órgãos da municipalidade entendam a importância da atuação de cada área para a evolução das políticas e ações ambientais na cidade.

Com a palavra, José Walter deu detalhes sobre a iniciativa, contando sobre seu funcionamento, a aquisição de recursos para desenvolvimento de atividades ambientais e as consequências dessa política pública quando bem implementada.

PMVA
O Programa Município VerdeAzul tem o objetivo de mensurar e prestar auxílio a iniciativas eficientes relacionadas à gestão ambiental praticadas pelos municípios, privilegiando o desenvolvimento sustentável nas localidades. Dentro do PMVA há 10 iniciativas que norteiam sua condução, como Município Sustentável, Estrutura e Educação Ambiental, Conselho Ambiental, Biodiversidade, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Uso do Solo, Arborização Urbana, Esgoto Tratado e Resíduos Sólidos.

José Walter salientou que deve haver um equilíbrio entre consumo e meio ambiente, no qual a união de forças é o caminho para um desenvolvimento mais seguro e abrangente. Ele também reforçou a importância da reposição das árvores. “Hoje, o discurso é o meio ambiente do possível. Hoje, você precisa compensar, se você tirar, você precisa plantar sempre, tem de plantar”, completou. 

Em Barueri
A representante do PMVA em Barueri, Yara Garbelotto, bióloga e diretora de Planejamento Ambiental da Sema, contou que os servidores terão um papel muito importante no atendimento das demandas mais pertinentes a cada Secretaria.

É o caso das ações voltadas à mobilidade urbana, com a implantação de ciclovias e ciclofaixas; das obras, com a construção de próprios públicos mais sustentáveis; de suprimentos, para licitações que contemplem a aquisição de bens ou serviços ecologicamente equilibrados e certificados e que reduzam os danos ao meio ambiente ou trabalhem na compensação dos recursos naturais utilizados, por exemplo.

“Os servidores podem atuar de diversas maneiras dentro do PMVA, mas achamos vital direcionar o trabalho dentro da área de conhecimento e trabalho deles, trazendo propostas e garantindo mais assertividade nos resultados. Isso não vai gerar somente boas notas nas avaliações do Programa, mas vai contribuir para uma política pública efetiva, tornando-se parte integrante da municipalidade”, frisou Yara.

Destaques de Barueri no Programa
A equipe multiprofissional da Sema recebeu, em 2021, os prêmios de equipe articulada. As especialistas Ana Maria da Silva e Yara Maria Garbelotto também foram contempladas pelos trabalhos ambientais que desenvolvem em Barueri. Em 2018, o município ficou em terceiro lugar na Região Metropolitana de São Paulo dentre 39 cidades avaliadas.

É possível obter mais informações sobre a iniciativa no site do PMVA.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri