Programa Minha Empresa chega para revolucionar os negócios em Barueri

0
91

Os esforços da Prefeitura de Barueri para amenizar os impactos da pandemia sobre as micro, pequenas e médias empresas da cidade ganham cada vez mais força. Prova disso é o lançamento do Programa Minha Empresa, criado pela Secretaria de Indústria, Comércio de Trabalho (Sict) em parceria com o Sebrae e a aceleradora de negócios sediada na cidade, InovaHub.

O Programa veio não apenas para fortalecer as empresas locais, mas para revolucionar tudo o que elas sabem sobre negócios. “É um projeto tão amplo que vai levar nossos empreendedores a um novo nível”, garante o secretário da pasta, Joaldo Macedo Rodrigues – o Magoo.

O Minha Empresa terá foco em duas vertentes: as startups e as micro, pequenas e médias empresas da cidade. Podem inscrever-se startups e empresas com Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) em Barueri. CLIQUE AQUI para fazer sua inscrição.

Graças a essa parceria, empresas de Barueri terão oportunidade exclusiva de concorrer a uma vaga no reality, já que haverá uma etapa específica só para startups do município.

Destaque nacional
As startups (empresas emergentes, em fase de desenvolvimento, normalmente de base tecnológica, embora possa abranger vários setores) disputarão uma vaga no reality show “Batalha das Startups – Etapa Barueri”, na Record News. A vencedora estará classificada para o reality show, em âmbito nacional, na emissora. O prêmio é de R$1 milhão em aceleração e mídia, além de uma viagem de imersão ao Vale do Silício, nos Estados Unidos, em parceria com a plataforma de conhecimento StartSE. As inscrições vão até o dia 30 de setembro, mas não deixe para a última hora. As gravações da Batalha das Startups começarão no dia 11 de outubro.

Já as micro, pequenas e médias empresas selecionadas participarão de um novo reality show a ser exibido no programa Inova360, também da Record News, que deve ir ao ar em 2021. O vencedor receberá como prêmio R$100 mil em mídia na atração.

Acesso ao melhor conteúdo
Independentemente de serem classificadas para os reality shows, todas as empresas inscritas terão acesso aos conteúdos e mentorias on-line disponibilizadas pela InovaHub às startups que são aceleradas por elas. Trata-se de um material extremamente rico que tem ajudado tantas empresas brasileiras a alcançarem o topo em pouco tempo. Além disso, haverá todo o suporte dado pelo Sebrae durante esse percurso.

“As metodologias, as ferramentas, as trilhas de conhecimento que as startups usam para crescer tanto estarão disponíveis a todas as empresas de Barueri que se inscreverem no Programa gratuitamente. Pra nós isso é o mais importante: ofertar aos nossos empreendedores acesso a esse tipo de conhecimento que não é disponibilizado facilmente por aí”, frisa Magoo.

E ele completa: “é claro que ver nossas empresas no reality show também será ótimo, principalmente se alguma delas chegar ao prêmio máximo, nós temos grandes talentos na nossa cidade com ótimas condições para isso. Mas essa trajetória toda é muito enriquecedora e pode representar uma revolução para quem tem um negócio tradicional e não sabe como acompanhar esses novos tempos e deslanchar”.

Johnson Chen, diretor da InovaHub, conta que é a primeira vez que fazem uma parceria com uma entidade pública e acha a iniciativa de Barueri um grande diferencial. “Eu digo até que é inovador por parte da prefeitura, dela enxergar o potencial desse ecossistema de startups. E não só isso, mas enxergar que o modelo de educação de construção de uma startup também pode ser aplicado num negócio tradicional. Por isso que esse projeto, que eu vejo como inovador, é quando você começa a pegar técnicas inovadoras que aplicam-se normalmente em startups e adaptá-las para empresas tradicionais poderem também ser aceleradas”, diz o especialista.

Sobre o Batalha das Startups
É um reality show brasileiro, em TV aberta, que une competições, show e business, revelando startups promissoras ao mercado. O programa tem uma aceleradora própria, o InovaHub, para desenvolver as startups vencedoras do reality, além de outros negócios promissores do mercado, tornando-os aptos a receber investimentos.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri