No Dia Nacional de Doação de Leite Humano, HMB destaca a importância do Banco de Leite

0
67

Mesmo durante a pandemia, unidade mantém estoque de leite graças às doadoras

O Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB) aproveita o Dia Nacional de Doação de Leite Humano (19/5) para ressaltar o serviço prestado pelo Banco de Leite e para agradecer todas as doadoras, que mesmo no cenário de pandemia não deixaram de contribuir. 

Com base no tema da campanha de 2021, proposto pela Rede Global de Bancos de Leite Humano, “Doação de Leite Humano: a pandemia trouxe mudanças, a sua doação traz esperança”, o HMB reconhece que algumas alterações são necessárias na unidade para evitar a propagação do novo coronavírus, por isso, o Banco de Leite permanece com acesso liberado apenas para as mães dos recém-nascidos internados. Mas, essa restrição não é sinônimo de ausência de doação, já que desde março de 2020, início da pandemia, até este mês de maio, o Banco de Leite conseguiu manter a média de 110 litros no estoque da unidade, que atualmente é a quantidade suficiente para atender os bebês internados. 

“Neste momento, com um litro de leite, nós conseguimos atender cerca de sete bebês. Só que essa quantidade varia de acordo com a prescrição médica de cada paciente e também com a evolução do quadro. Por exemplo, um recém-nascido pode receber 1 ml de leite a cada três horas, ou seja, em um dia, ele consome 8 ml. E no dia seguinte, ele passa a receber 2 ml, então, são 16 ml no total”, esclarece Priscila Zanotte, nutricionista do Banco. Vale destacar que apesar de o consumo ser pequeno, a frequência é alta, já que o leite é oferecido cerca de oito vezes ao dia. 

O leite humano, que garante proteção contra infecções e alergias, é considerado o alimento mais completo para a saúde do bebê, tanto que é o único alimento necessário até os seis meses de idade. “O leite humano, como fator imunológico, diminui os riscos de doenças alérgicas, de desnutrição, diarreia, pneumonia, infecção de ouvido e até meningite. E melhor forma de incentivo à doação é pensar nesses benefícios, especialmente para nossas crianças prematuras extremas, que podem ter melhora significativa da imunidade ao se alimentarem com o leite humano”, explica Ketty Maciel, pediatra responsável pelo Banco. Ela reforça que o aleitamento também pode prevenir obesidade infantil, diabetes e hipertensão. 

O hospital disponibiliza um veículo para retirar os frascos com leite nas casas das doadoras duas vezes por semana, e apesar desse serviço já ser realizado antes da pandemia, a aceitação foi ainda maior entre 2020 e 2021. Para fazer a doação, as interessadas podem entrar em contato diretamente com o Banco de Leite pelo telefone (11) 2575-3269 ou por e-mail blhbarueri@hmb.spdm.org.br. Após esclarecimento de dúvidas, será solicitado o envio de exames, considerados de rotina na gestação, para atestar a saúde da doadora. Com base na avaliação médica, serão passadas todas as instruções necessárias de como fazer a ordenha, o armazenamento em vidro esterilizado e com tampa de plástico e o processo de congelamento. Depois, é só avisar para que o endereço seja incluído na rota de coleta. 

Uma forma de reconhecimento da importância e do acolhimento oferecido pela unidade é quando uma mãe procura o banco novamente para fazer a doação. “Eu acho bacana quando a doadora mantém a atitude de querer doar e ajudar quando tem outro filho. Uma mãe, que era doadora em 2019, nos procurou agora em maio, porque seu segundo filho nasceu e ela queria ser doadora mais uma vez”, comenta a nutricionista. 

É importante lembrar que diante de qualquer dificuldade ou dúvida, a equipe do Banco de Leite, que pode ser contatada por telefone ou e-mail, está sempre disposta a ajudar e orientar em todas as etapas da doação, desde a retirada do leite até o armazenamento adequado. 

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri