Máscaras: saiba como usar e descartar

0
36

A pandemia causada pelo novo coronavírus condicionou todos ao uso constante de máscaras para aumentar a proteção. No entanto, o cuidado vai muito além de manter o equipamento cobrindo boca e nariz, é preciso saber onde e quando descartar, afinal, quando isso não é feito da maneira correta, colabora com a disseminação do vírus.

As máscaras são EPIs (equipamentos de proteção individual) e não devem, portanto, ser compartilhadas. É imprescindível que cada um tenha a sua para podermos frear a disseminação da Covid-19 e voltar o mais rápido possível à normalidade.

Seu uso aliado ao distanciamento social e à constante higienização das mãos compõem as medidas mais eficientes e baratas para que conter a disseminação do vírus.

Por mais que se fale da importância do uso e da obrigatoriedade por lei (decreto 64.959 de 4 de maio de 2020, confira AQUI), que disciplina o uso de máscaras em todo o Estado de São Paulo, ainda é comum vermos pessoas sem utilizá-la ou fazendo-o de forma inadequada.

O uso incorreto mais comum é a máscara no queixo ou abaixo do nariz. Na maioria das vezes, as pessoas alegam que “não conseguem respirar”. Vale lembrar que boca, nariz e olhos são as vias pelas quais o vírus invade o corpo.

Crianças não são imunes à Covid-19 e deve-se exigir delas o mesmo rigor no uso e ainda evitar que compartilhem brinquedos e outros utensílios. Siga os procedimentos recomendados pela OMS (Organização Mundial da Saúde) para o uso e para o descarte responsável das máscaras.

Uso correto:
– Higienize suas mãos com água corrente e sabão ou álcool em gel para colocar, retirar ou lavar a máscara;
– Toque a máscara somente pelo elástico que a prende à cabeça, nunca na parte frontal;
– Evite tocar na máscara e levar as mãos aos olhos, boca e nariz;
– Não use máscaras rasgadas, furadas ou em mau estado de conservação;
– Não utilize máscaras feitas com uma só faixa de tecido;
– Dê preferência às máscaras que possuem recortes que possibilitam a moldagem ao rosto;
– As máscaras devem cobrir totalmente a boca e o nariz e não devem deixar vãos no rosto;
– A lavagem da máscara de pano deve ser feita com água e sabão. Pode-se também deixá-la de molho por 30 minutos em uma mistura de água e água sanitária. Convém passá-las a ferro bem quente após secarem à sombra. Aproveite para passar junto com as roupas da casa e economize energia;
– Molde a tira de metal da máscara descartável ao nariz para mantê-la firme no rosto;
– Mantenha toda máscara que não está em uso em um saquinho de plástico ou de papel;
– Se tiver que tossir ou espirrar (principalmente em locais que haja pessoas próximas), cubra as vias aéreas com um dos braços. Não retire a máscara para isso.

Descarte:
– Não reutilize máscaras descartáveis. Retire a máscara imediatamente após o uso pelo elástico, coloque num saquinho e jogue-a no cesto do banheiro;    
– Máscaras descartáveis devem ser trocadas a cada três horas no máximo; as de tecido devem ser lavadas após cada uso;
– Ao retirar a máscara para ingerir alimentos ou bebidas, coloque-a num saquinho de papel ou de plástico (jamais sobre as pernas, roupas, mesas ou balcões);
– Jamais jogue a máscara na via pública ou em lixeiras comuns e recicláveis.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri