“Horta da Gente” vai levar mais nutrição a famílias vulneráveis de Barueri

0
44

Está bonito de ver os primeiros brotos despontarem pelos canteiros caprichosamente criados pelos integrantes da 4ª turma do projeto Renascer. Daqui uns 60 dias, a “Horta da Gente” dará suas primeiras hortaliças e verduras, originando assim as chamadas cestas verdes, que serão enviadas, inicialmente, à casa de 50 famílias em situação de vulnerabilidade social mais grave e desnutrição de Barueri.

O projeto “Horta da Gente” foi criado pelo Fundo Social de Solidariedade Estrela Guia, assim como o Renascer. Ambos têm como sua mentora a própria presidente do Fundo Social, Sônia Furlan. As Secretarias de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads), Recursos Naturais e Meio Ambiente (Sema) e Serviços Municipais (SSM) são grandes parceiras nessa nova empreitada.

A “Horta da Gente” é um projeto totalmente integrado. Baseia-se no cultivo de produtos orgânicos que serão distribuídos a cada 15 dias para compor a alimentação das famílias mais necessitadas, que, inclusive, já recebem cestas básicas mensalmente da Sads. Em contrapartida, essas famílias são orientadas a fazer a troca por materiais recicláveis, como garrafas pet, papelão, vidros, óleo de cozinha, plástico etc., após um processo de educação ambiental junto à Sema. Por fim, esses materiais serão destinados à Cooperyara, fechando um ciclo funcional e sustentável.

“No mesmo projeto nós estamos capacitando e dando oportunidade de trabalho a pessoas que estavam em situação de rua. Elas trabalharão desde o plantio até a colheita. As famílias vulneráveis receberão esses hortifrútis que irão complementar a alimentação delas. Já os recicláveis serão enviados à Cooperyara. Ou seja, em um mesmo projeto nós conseguimos ajudar vários segmentos e inúmeras pessoas. E pra isso nós contamos com valiosas parcerias: a Area nos doou um pedaço do terreno que pertencia a ela, a Sads, a Secretaria de Meio Ambiente e a Secretaria de Serviços Municipais foram fundamentais para o êxito que nós acreditamos que terá esse projeto”, empolga-se a primeira-dama Sônia Furlan ao falar da Horta.

Tudo feito com amor
Para enriquecer ainda mais essa experiência, o Renascer criou o 4º grupo de trabalho para cuidar especificamente da horta, dando continuidade a esse belo projeto que oferece capacitação e emprego a pessoas que já estiveram em situação de rua e hoje estão acolhidas nos abrigos municipais. A horta conta com a mão de obra de 25 trabalhadores, divididos em dois turnos, que atuam no plantio, manutenção e colheita de tudo que é produzido.

Trabalho não falta, uma vez que a variedade é grande: tem rabanete, nabo, cenoura, batata-doce, beterraba, salsinha, cebolinha, coentro, couve, alfaces de todos os tipos, rúcula, almeirão, beterraba e muito mais! E para garantir o sucesso do cultivo, a turma tem aulas com um engenheiro agrônomo periodicamente.

A coordenadora geral do projeto, Valéria Fugii de Barros, salienta que além do aprendizado que todos têm com esse trabalho, há um rico processo de socialização entre os integrantes. “Eles cuidam, fazem a higienização do espaço e têm muito trabalho para eles aqui. Estão adorando! Eles têm atividades com um monitor e o Reginaldo, que é o coordenador da turma. Estão se dando muito bem, fazem as divisões, um ajuda o outro e é muito bom”, orgulha-se Valéria.

Em alguns meses o projeto vai crescer ainda mais, já que o objetivo é atender ao menos 250 famílias cadastradas a cada 15 dias com esses produtos fresquinhos e de alto valor nutricional.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri