HMB destaca a importância da consulta para manter a saúde ocular

0
38

Só no primeiro semestre de 2021, unidade já realizou mais de 22.700 atendimentos

A pandemia de Covid-19 trouxe diversas mudanças para o cotidiano e, em vários casos, o desdobramento das atividades profissionais foi incorporado na rotina da casa e da vida pessoal. Por isso, muitas pessoas passaram a ficar mais tempo na frente de telas como o computador e a televisão, e essa atitude exige algumas precauções. O Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB) aproveita o período em que se comemora o Dia da Saúde Ocular (10 de julho) para reforçar a necessidade dos cuidados com os olhos. 

De modo geral, crianças, adultos e idosos devem passar em consulta com o oftalmologista pelo menos uma vez ao ano. “É importante esclarecer que a avaliação médica é a melhor forma de manter os olhos saudáveis porque o acompanhamento especializado permite a identificação de patologias oculares e a verificação das mudanças de grau para os pacientes que usam óculos”, esclarece Heloísa Nascimento, coordenadora de Oftalmologia do HMB. Entre janeiro e junho de 2021, a unidade realizou mais de 22.700 consultas oftalmológicas, o que representa 32% do atendimento ambulatorial. 

Atualmente, o contato com as telas é constante, já que o trabalho com computadores é muito frequente e uma das opções de lazer durante o isolamento social é a televisão, além do uso do celular que é praticamente ininterrupto ao longo do dia. “A exposição direta e intensa às telas pode ser necessária, mas realizar pausas de cinco minutos a cada uma hora e fazer uso de lubrificantes oculares diante da sensação de ressecamento ajudam a manter a saúde dos olhos”, explica a oftalmologista. 

As crianças também estão muito mais expostas às telas durante o período de pandemia, por isso há orientação médica específica de acordo com a faixa etária. “Vale destacar que o uso excessivo dessas telas para as crianças pode levar a um crescimento maior do que normal dos olhos e causar o aparecimento de miopia, que é a dificuldade de visão de longe. Então, até os dois anos, a recomendação é que não haja uso de telas e dos dois aos seis anos, apenas uma hora por dia”, comenta Nascimento, que indica a prática de exercícios ao ar livre, como jogar tênis em parques, pois focalizar objetos de longe durante a infância reduz a progressão de miopia. 

Estabelecer uma rotina diária de descanso e manter uma alimentação equilibrada, rica em frutas e legumes, também são medidas complementares para cuidar da visão. “Alimentos ricos em vitamina A, como cenoura e verduras escuras, melhoram a saúde ocular e evitam o aparecimento de degenerações na retina”, exemplifica Heloísa.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri