Feira de Adoção de Cães acontece no sábado, dia 19

0
44

No próximo sábado (dia 19) acontece a Feira de Adoção de Cães promovida pela Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri (Sema), por meio do Cepad (Centro de Proteção ao Animal Doméstico).

O evento será das 10h às 15h no Parque Municipal Dom José, situado na rua Ângela Mirella, 500, na Vila Porto. Estarão disponíveis para adoção responsável em torno de 10 cães. Os animais já são castrados, microchipados, vacinados e vermifugados.

Este ano a Feira de Adoção entrou para o calendário fixo do município e agora acontece todo terceiro sábado de cada mês.

Como adotar
Basta comparecer no parque, ter 18 anos ou mais e apresentar um documento original com foto. Não é necessário ser morador de Barueri. Após a escolha do animal é preciso preencher um termo de responsabilidade para assegurar a tutela do pet.

Adoção no Cepad 1
Já para quem não pode comparecer ao evento existe a possibilidade de ir à unidade do Cepad 1, na rua Vera Cruz, 340, no Bairro dos Altos, para escolher o seu bichinho de estimação.

Adota Delivery
O Cepad também disponibiliza o Adota Delivery. Você pode acessar o instagram.com/cepad pelo Instagram e no Facebook , escolher o animalzinho dentre os disponíveis e combinar a entrega na sua residência se ela ficar num raio de até 30 quilômetros da unidade. O contato deve ser feito pelo inbox.

Cães velhinhos e com deficiência também precisam de um lar amoroso
A veterinária responsável pelo Cepad, Camilla Panizza de Camargo, reforça a importância da adoção, principalmente de animais idosos, de médio e grande porte e aqueles com algum tipo de deficiência ou comorbidade, pois essas limitações não impedem os pets de retribuírem o amor e carinho proporcionado por seus tutores.

“A maioria das pessoas procuram animais filhotes e de pequeno porte para adotar. Na verdade, desconhecem o fato de que os animais idosos geralmente são mais tranquilos e calmos. Eles já passaram pela fase de crescimento, quando costumam ser enérgicos e agitados. Cães de médio e grande porte também se adaptam em ambientes pequenos, desde que tenham acesso à rua acompanhados”, diz Camilla.

“Os animais especiais, com alguma deficiência ou comorbidade, em sua grande maioria passaram por situações de sofrimento e agora que estão aptos para adoção demonstram gratidão e carinho muito grandes pelos novos tutores. A condição deles não os impedem de receber ou dar amor. Vale a pena proporcionar a esses animais uma nova oportunidade de adoção, um lar quentinho, carinho e acolhimento”, salienta a veterinária.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri