Equipes de corrida marcam presença em todas as edições da São Silveira

0
39

As tendas das equipes de corredores de Barueri e de outras cidades são um capítulo à parte nas corridas de São Silveira. Elas ocupam uma boa parte da “Praça do Soldado”. Lá, os integrantes encontram frutas, bebidas, e algumas mais estruturadas oferecem até massagem.

“Cada membro traz alguma coisa e a gente disponibiliza para os nossos atletas”, afirma Eder Rosendo, 43 anos, professor de Educação Física, organizador do “Pelotão 17”, projeto criado há cerca de oito anos onde hoje é o Parque Linear. O percurso de ida e volta ao Parque Viana totaliza 17 km.

Formado inicialmente por 17 amigos, tem hoje cerca de 700 seguidores nas redes sociais. “Nosso objetivo é tirar as pessoas do sedentarismo”, continua Rosendo. Os membros da equipe se reúnem para treinar uma vez por semana e combinam para participar de provas em São Paulo e em outros estados.

“Pesquisamos o calendário nacional e informamos nas redes sociais. Já participamos de corridas em Minas Gerais, Santa Catarina, Bahia e no Rio de Janeiro”, arremata Rosendo. Oséias Teixeira, da equipe “Vem Comigo”, integrou um grupo de mais de 30 atletas que participou da Maratona de Santiago (Chile) em abril de 2018.

Diferentemente das assessorias, que têm profissionais de educação física e realizam planejamentos físicos para os clientes, muitas dessas equipes não cobram qualquer taxa dos integrantes, exceto a camiseta. Nas provas que cobram taxas de inscrição, eles conseguem descontos para o grupo.

Além da paixão
Alguns membros das equipes descobrem depois de certo tempo que têm mais afinidades do que a paixão pela atividade física e passam a namorar e até se casam. Na 45ª São Silveira encontramos o casal Jamerson Domingos, o “Jamil”, de 46 anos, e Gislaine França, de 43.

Eles não se conheceram numa equipe, mas parecem estar muito ligados por uma delas. Ela não correu desta vez por um motivo nobre: estava amamentando o pequeno Gustavo, filho dos dois, de apenas 10 meses. Mesmo assim, fez questão de comparecer à prova. “Quem ama a atividade física, dá sempre um jeitinho de conciliar”, afirmou.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri