Dia da Cultura Popular Brasileira é comemorado com o Festival Vitória Régia

0
57

A Cultura Popular Brasileira é riquíssima e para comemorar a data, celebrada em 22 de agosto (Dia do Folclore), a Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri organizará de forma virtual o Festival da Cultura Popular Brasileira – Especial Região Norte. Denominado Festival Vitória Régia, o evento irá destacar o que há de melhor na região Norte do país.

O Festival será on-line e acontecerá nos dias 20, 21 e 22 de agosto e transmitido por meio das redes sociais Cultura Barueri Oficial no Youtube e no Facebook. Serão três dias de muita diversidade cultural envolvendo música, dança, religião, artesanato e culinária típica.

A abertura será feita pelo secretário de Cultura e Turismo, Jean Gaspar, no dia 20, às 13h. Gaspar participará de um bate-papo com a cantora e atriz paraense Fafá de Belém. Com 65 anos, Fafá soma 45 anos de carreira, no campo religioso está há 10 anos, à frente da Varanda do Círio de Nazaré, a maior manifestação de fé do mundo. Outra curiosidade é que Fafá é considerada a única artista no mundo a cantar para três papas a convite do Vaticano.

Fafá tem em seu repertório canções que marcaram época, como Nuvem de Lágrimas, Abandona, Águas Passadas, Coração do Agreste, entre outras.

Às 18h, Brena Dianná, que foi Rainha do grupo “Caprichoso – Parintins” até 2019, contará um pouco sobre sua trajetória e também sobre a cultura do seu Estado. Brena Dianná Modesto Barbosa é Parintinense, advogada, vereadora e embaixadora do folclore do Boi Caprichoso; foi Miss Amazonas 2016 e por 10 anos foi a Rainha do Folclore na Associação Folclórica Boi-Bumbá Caprichoso. Também é Embaixadora do Projeto Movimento Minha Manaus, que já levou mais de 800 crianças pela primeira vez ao Cinema, Teatro e Circo.

Às 19h haverá apresentação artística com Allan Torres, professor e pesquisador das danças brasileiras, integrante do Grupo de Projeções Folclóricas Kuarup (PA), com participação em festivais nacionais e internacionais de danças folclóricas, entre eles o 48º Festival de Folclore de Dijon, na França. Allan também é representante de São Paulo no Mapeamento da Dança: diagnóstico da dança em oito capitais de cinco regiões do Brasil

No sábado, dia 21, às 13h, a live será com Sâmia Maracaípe sobre a Treme Culinária Paraense, criada em 2015, que surgiu a partir da iniciativa de dois estudantes de pós-graduação paraense. Hoje a Treme atua com a importação de produtos de pequenas empresas do Pará e com a apresentação de alguns pratos típicos do Estado.

Já às 16h haverá uma roda de conversa com Ana Paula, do Espaço Cultural APOENA. Criado para promover e disseminar a cultura paraense como um todo. Realizando eventos culturais semanalmente, envolvendo grupos de carimbó, mestre das guitarradas, bandas autorais, artistas plásticos indígenas, entre outros.

E para encerrar, no dia 22, às 13h, haverá uma roda de conversa com Marcela Bonfim sobre o trabalho fotográfico “Amazônia Negra”. Marcela, conforme conta, adquiriu uma câmera fotográfica e no lugar das ideias deu espaço a imagens de uma Amazônia afastada das mentes do lado de fora, mas latentes aos lugares de dentro.

Confira a programação completa que terá ainda os programas Culturinha e Livro Além da Capa, além da participação dos professores de dança e de música da Secretaria de Cultura.

Programação:
Dia 20 de agosto (sexta-feira) – ABERTURA
13h
 – Bate papo com Jean Gaspar e Fafá de Belém – Gravado
16h – Livro Além da Capa (Livro Dois Irmãos, do Amazonense Milton Hatoum)
18h – Live com Brena Dianná, Rainha Caprichoso – Parintins e convidados.
Mediador: Eduardo Peres
Convidadas: Rute Silva, Charlene Gomides e Allan Torres
19h – Apresentação Artística – Tipos de Danças com Charlene Gomides e Allan Torres

Dia 21 de agosto  (sábado)
13h
 – Roda de conversa sobre Pratos Típicos com Sâmia Maracaípe da empresa Treme Culinária Paraense.
Mediador: Diogo Bueno
Convidado: Eduardo Peres
16h – Roda de conversa com Ana Paula do APOENA (Espaço Cultural)
Mediador: Diogo Bueno
Convidados: Ítalo Queiroz (multi-instrumentista), Gisele Bruno (turismóloga e fotógrafa)
17h30 – Show on-line APOENA

Dia 22 de agosto  (domingo)  – ENCERRAMENTO
11h
 – Programa Culturinha (Folclore)
13h – Roda de conversa com Marcela Bonfim com o trabalho fotográfico “Amazônia Negra”
Mediador: Diogo Bueno
Convidados: Bruno Portella (Coordenador de Arte Visual)
14h – Intervenção artística Teatro de Sombras 

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri