Cidade Inteligente e Sustentável

0
47

Esta reportagem faz parte do especial “Barueri 72 anos: muitas vitórias pra contar”, em comemoração à emancipação do município, celebrado em 26 de março

O slogan que Barueri passou a adotar recentemente é mais do que justo graças às iniciativas que vem tomando ao longo dos anos, mesmo quando os conceitos de smart cities e de sustainabilty ainda não estavam totalmente arraigados no país.

Sustentável
Uma das primeiras medidas foi a fundação da CooperYara, de reciclagem de lixo, em 2002. Quatro anos depois foi a vez da Cooperativa Unindo Forças, que aproveita madeira descartada para produção de móveis e outros artigos.

Em 2005, houve a desativação do Lixão, que funcionava havia mais de 30 anos no Bairro dos Altos. O aterro sanitário foi implantado pouco tempo depois.

A inauguração dos parques municipais Dom José, Taddeo Cananéia e Ecológico, mais os Parques Linear e da Juventude (em construção) proporcionam lazer a toda população e garantem a Barueri a liderança entre os 10 municípios do CIOESTE e o terceiro da Grande São Paulo no Programa Município VerdeAzul do Governo do Estado.

Nesta mesma semana, Barueri configurou-se como o 36º município mais sustentável do Brasil, dentre as 770 cidades analisadas. Ficou em 1º lugar na região oeste e em 2º na Grande São Paulo, segundo o Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades (IDSC), lançado na última terça-feira (dia 23) pelo Programa Cidades Sustentáveis (PCS) em parceria com a Sustainable Development Solutions Network (SDSN), uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU).

A doação de mudas de plantas no Viveiro Municipal, o plantio de árvores e a promoção de cursos de conscientização ambiental também são marcas da administração de Barueri.

A substituição da iluminação convencional por lâmpadas de LED é benéfica para todos graças à economia e a potência. Consequência direta: facilidade para o monitoramento através das 455 câmeras de segurança e também do patrulhamento da Guarda Civil e da Polícia Militar e melhoria da segurança pública.

Aos poucos, a administração municipal vem se valendo do uso de placas de energia solar e também da captação de água da chuva tanto nos novos projetos quanto nos já existentes. No Programa Cidades Sustentáveis também é destaque e várias autoridades municipais visitam Barueri para copiar o modelo.

Em dezembro de 2017 o prefeito Rubens Furlan sancionou a Lei 2.588, que disciplinou a castração, vacinação e microchipagem de animais. Barueri recebeu em 2020 o prêmio “Cidade Amiga dos Animais”, da ONG Proteção Animal Mundial, em reconhecimento à política de manejo humanitário de populações caninas e felinas na América Latina.

Com duas unidades do CEPAD (Centro de Proteção ao Animal Doméstico) e uma do CETAS (Centro de Triagem de Animais Silvestres), Barueri é referência na região.

“Barueri é um dos municípios mais sustentáveis do Brasil”, declara com orgulho o secretário de Recursos Naturais e do Meio Ambiente, Marco Antônio de Oliveira – o Bidu. Ele anunciou a construção, em breve, de um jardim botânico próximo ao Parque da Maturidade.

Inteligente
O uso da tecnologia é fator de facilitação do acesso aos serviços públicos oferecidos. O Portal da Prefeitura e todos os portais dos órgãos ligados a ela, e a ação eficaz do CIT (Centro de Inovação e Tecnologia) espalhou o sinal de wi-fi gratuito através da rede Cidade Inteligente por toda o município. Barueri tem 122 pontos instalados, o que dá um total de 410 km de fibra ótica própria.

Não tardou até que os aplicativos começassem a surgir. O APP Barueri, o Alô Barueri, o Saúde Barueri e até o APP do Servidor são ótimos exemplos de como a tecnologia pode desburocratizar e democratizar os acessos e informações.

Josefa dos Santos Ribeiro, a “Nete”, de 64 anos, moradora do Jardim Silveira desde 1978, consegue operar sozinha o aplicativo. “Só precisei do auxílio das minhas filhas para baixar o Saúde Barueri. Eu mesma criei a senha e acesso quando necessário”, declara. Ela fez a cirurgia de catarata em um olho recentemente no Hospital Francisco Moran. “Já tenho agendado os quatro retornos de acompanhamento necessários antes da cirurgia do outro olho”, complementa.

A integração dos serviços de transportes à tecnologia permite que o usuário saiba o horário exato em que o ônibus vai passar naquele ponto. Isso possibilita ao cidadão a otimização do tempo e traz mais qualidade de vida.

O Barueri Sem Papel é outro programa que visa a eliminação do uso desnecessário de documentação impressa no serviço público municipal através do incentivo ao protocolo eletrônico e do acompanhamento dos serviços pelas redes sociais, dentre outras medidas.

“A Prefeitura de Barueri já tinha eliminado em 2017 a emissão de comprovantes de salários e informes de rendimentos de todos os servidores do município”, lembra Yara Garbelotto, diretora de Planejamento Ambiental da Sema. A cidade economiza e não agride o meio ambiente.

Barueri é assim: administra com eficiência os recursos sem comprometer o futuro das novas gerações, melhora a qualidade de vida e possibilita o acesso de toda a população aos benefícios, diminuindo ao máximo as desigualdades.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri