Cetas recebe animais vítimas de tráfico da Polícia Civil Ambiental

0
54

Mais uma vez o Cetas (Centro de Triagem de Animais Silvestres) de Barueri é escolhido para a recepção de espécies apreendidas pela Polícia Civil Ambiental. Na manhã de quarta-feira (dia 2), o Centro recebeu 41 animais provenientes de tráfico.

Dentre as espécies havia 21 aves (Azulão, Trinca-ferro, Bigodinho, Pixoxó, Corrupião, Cigarrinha-verdadeira e Pintassilgo), 18 répteis (Jabuti-piranga e cobra-do-milho) e dois mamíferos (saguis).

Assim que chegam, esses animais são cuidadosamente examinados para verificação do estado de saúde e, dependendo do caso, passam por procedimentos específicos necessários. Inicialmente são colocados em quarentena até a completa recuperação. O passo seguinte é iniciar o processo de reabilitação de cada espécie para, no tempo oportuno, soltura no habitat natural.

Cetas
A unidade é responsável pelo recebimento, acompanhamento, tratamento e soltura de animais silvestres encontrados na região, provenientes de posse irregular, de acidentes com o ser humano, de doenças e, principalmente, de tráfico. O Centro é referência em toda região por sua infraestrutura e pela qualidade do serviço prestado, recebendo a visita de vários profissionais que desejam replicar o que é desenvolvido em Barueri.

A bióloga responsável pelo Cetas, Erika Sayuri, descreve o impacto do tráfico de animais silvestres e o papel da unidade na reabilitação das espécies. “Sabe-se que o tráfico acaba fazendo com que de cada 10 animais, nove sejam mortos no caminho. Estamos falando de nove entre 10 que morrem na rota do tráfico, não da apreensão, mas acontece também, porque o animal está sofrendo ainda. O papel do Cetas é estabilizar esse animal, reabilitá-lo e fazer com que ele retorne à natureza o mais rápido, saudável e apto possível”, frisa a especialista.

O Cetas está localizado na Estrada Dr. Cícero Borges de Moraes, 3.211, no Bairro dos Altos. O telefone para contato é (11) 4689-0314.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri