Barueri tem o maior saldo de empregos formais de São Paulo e o 3º maior do Brasil

0
140

De acordo com dados divulgados na quinta-feira (dia 29) pelo Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho, Barueri é a cidade com o maior saldo de empregos formais de 2020 em todo o Estado de São Paulo. No País o município também se destaca: ficou em terceiro lugar, atrás apenas de Manaus (AM) e São Luis (MA).

De acordo com o levantamento, no acumulado do ano de 2020 Barueri somou 140.066 empregos com carteira assinada e 131.268 demissões. O saldo é a diferença entre esses resultados, que no caso foi de 8.798 vagas formais, atingindo uma variação relativa de 3,50%.

Esses números são importantes porque mostram a força da economia de Barueri, que conseguiu manter um saldo positivo mesmo diante da crise econômica causada pelo Novo Coronavírus em todo o mundo, e que levou a uma queda de 4,5% do PIB (Produto Interno Bruto).

Para o secretário de Indústria, Comércio e Trabalho (SICT), Joaldo Macedo Rodrigues – o Magoo –, nem a pandemia foi capaz de inibir as ações que o município vem desempenhando desde 2017 para fortalecer a economia local. “Em nenhum momento nós relaxamos com o intenso trabalho de captação de vagas, um dos grandes responsáveis por esse resultado, além de outras providências, como trazer mais empresas para a cidade, qualificar o cidadão e fortalecer o relacionamento com o setor empresarial”, destaca Magoo.

Mapeamento local

Um mapeamento e atualização das demandas locais realizado pela SICT em parceria com o Sebrae Aqui – Barueri, relativo ao ano de 2020, mostra detalhes interessantes. Das 8.798 de vagas criadas formalmente, 5.848 destinaram-se à contratação de homens e 2.950 de mulheres; além disso, a maioria delas (8.081) exigiu Ensino Médio completo e 7.603 contrataram pessoas de 18 a 24 anos.

O mapeamento também mostra os 10 postos de trabalho em alta na cidade nesse período, que podem estar associados aos novos negócios proporcionados pelas necessidades impostas pela pandemia. São eles nesta ordem: Armazenista; Operador de Telemarketing Receptivo; Faxineiro; Operador de Telemarketing Ativo e Receptivo; Analista de Desenvolvimento de Sistemas; Auxiliar de Logística; Visual Merchandiser; Montador de Equipamentos Elétricos; Tecnólogo em Logística de Transporte; e Repositor de Mercadorias.

O cargo de Analista de Desenvolvimento de Sistemas, inclusive, manteve-se com saldo positivo de postos de trabalho durante a pandemia, consolidando a vocação de Barueri para o setor tecnológico.

Quase 5 mil novas empresas em 2020

Apesar de todas as dificuldades econômicas trazidas pela Covid-19 ao longo do ano de 2020, Barueri ainda conseguiu registrar um total de 4.568 novas empresas cadastradas no município. Com isso, são 34.614 empreendimentos gerando emprego e renda na cidade, que conta com pelo menos 252 mil postos de trabalho formais, conforme dados da SICT.

O setor de prestação de serviços é o que mais cresce no município e as regiões favoritas têm sido o Jardim Belval e a Vila Márcia.

“Não existe milagre, apenas um trabalho sério e muito estruturado. A proximidade do poder público junto ao setor empresarial, a facilidade e o suporte aos empresários para desenvolvimento de seus segmentos, a desburocratização para abertura de empresas no munícipio com equipes dedicadas exclusivamente para este fim e a dilatação de prazos para entrega de documentações são algumas das medidas que tomamos para incentivar a vinda de novas empresas que, no final das contas, geram emprego e renda para a nossa cidade”, detalha Magoo.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri