9 de setembro é dia do Médico Veterinário

0
40

Em 9 de setembro é comemorado o Dia do Veterinário, profissional responsável pelos cuidados médicos dos animais.  

Em Barueri, eles estão alocados nas unidades I e II do Centro de Proteção ao Animal Doméstico (Cepad) e no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), órgãos vinculados à Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente; e também no Departamento Técnico de Controle de Zoonoses da Secretaria de Saúde. Essa rede de atendimento aos animais é composta por 22 especialistas que fazem, mensalmente, mais de 1575 acompanhamentos para o bem-estar dos animais.  

Dentro dos diversos serviços que a municipalidade oferece em seu leque de opções voltados à proteção animal há castração, atendimento clínico de rotina a cães e gatos, o recolhimento de pets e animais de grande porte, como cavalos, o Resgate Animal para animais acidentados e/ou doentes, a adoção responsável pelo Cepad, o recebimento, tratamento e repatriação de espécies silvestres pelo Cetas, o Amigo Pet (lei relacionada à doação de itens como ração, brinquedos, roupas, medicamentos para protetores e instituições dedicadas a causa animal, intermediadas pelo Cepad I), ajuda assistencial às protetoras do município, além de todos os trâmites relativos à Coordenadoria de Vigilância em Saúde, dentre muitas outras atividades.   

A veterinária Camilla Panizza de Camargo, do Cepad, conta sobre o ofício diário na unidade assistencial e sobre o amor no acolhimento e cuidado dessas vidas. “Ser médica veterinária é, antes de uma profissão, um dom. São longos anos de estudo e muita dedicação. E trabalhar com medicina veterinária vai além de cuidar somente dos animais, pois hoje eles são considerados membros da família.  As pessoas nos procuram como quem vai a um pediatra. Os desafios são gigantes, mas a gratidão recompensa tudo”, orgulha-se Camila.  

Ela ainda acrescenta que “muitas vezes a gente se depara com abandono, maus-tratos, animais passando frio e fome. A gente precisa ser firme, forte e corajoso para enfrentar as diversas situações em benefício do bem-estar animal. Muitas pessoas depositam em nós a esperança de cura para seu animal de estimação e a gente precisa estar sempre preparado para oferecer o melhor, dentro do que é possível. Temos dias bons e outros não tão bons, mas a gente dorme com a consciência tranquila, sabendo que empenhou o nosso melhor”.  

A especialista em saúde animal finaliza: “já recolhemos animais que precisaram ser alimentados na mamadeira, animais que não tinham forças para permanecer em pé.  Já ajudamos tutores a reencontrarem seus bichos e disponibilizamos mais de mil animais para adoção! É muito gratificante saber que um animal abandonado hoje tem um novo lar. É maravilhoso conseguir fazer a analgesia de um paciente que padece de dor. A medicina veterinária só é possível de ser bem-sucedida se for desempenhada com amor”.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri