Vacinas para pessoas com deficiência e comorbidades priorizadas já chegaram

0
66

Nesta sexta-feira (dia 7) Barueri recebeu da Secretaria de Estado da Saúde nova remessa de vacinas contra a Covid-19, desta vez para atender a pessoas com deficiência permanente e também pacientes com comorbidades, conforme definições do Ministério da Saúde. 

Foram entregues 1.168 frascos da vacina AstraZeneca / Fiocruz, com cinco doses cada, totalizando 5.840 doses. Todos os imunizantes dessa remessa são destinados exclusivamente à 1ª dose do novo público prioritário, adiantado pelo governo.  

Agendamento 
A vacina será aplicada somente mediante agendamento, no entanto, é preciso apresentar os devidos comprovantes, descritos abaixo, no momento da imunização.  

Todos os pacientes desse grupo devem estar cadastrados no portal Vacina Já e também estar com os dados atualizados no Cadastro Municipal de Barueri. Nos casos em que o munícipe não tenha o Cadastro Municipal, será necessário encaminhar e-mail para agendavacinacovid@barueri.sp.gov.br contendo cópia de um documento oficial com foto, comprovante de endereço, comprovantes da condição e número de telefone atualizado para contato. 

O agendamento pode ser feito pelo call center, no número (11) 4349-0600, na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da residência (esses dois, somente em dias úteis) e pelo Portal da Saúde (apenas a partir de terça-feira, dia 11). Por enquanto não será possível agendar para esse público pelo APP Barueri. 

Calendário de vacinação 

10/05  
– Síndrome de Down (18 – 59 anos) 
– Pacientes em terapia renal substitutiva / em diálise (18 – 59 anos) 
– Pacientes transplantados imunossuprimidos (18 – 59 anos) 

[Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida] 

11/05  
– Pessoas com deficiência permanente (55 – 59 anos) 
[Benefício de Prestação Continuada, habitualmente chamado por BPC, instituído pela Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS). Pessoa com deficiência permanente na qual sua condição deve causar impedimentos de natureza física, mental, intelectual ou sensorial de longo prazo] 

– Gestantes e puérperas com comorbidades (18 – 59 anos) 
[Gestantes e puérperas – após 45 dias do parto – com Comorbidades] 

12/05 
– Pessoas com comorbidades (55 – 59 anos) 
[Diabetes mellitus; Pneumopatias crônicas graves; Hipertensão arterial resistente (HAR); Hipertensão arterial estágio 3; Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade; Insuficiência cardíaca (IC); Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar; Cardiopatia hipertensiva; Síndromes coronarianas; Valvopatias; Miocardiopatias e pericardiopatias; Doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas; Arritmias cardíacas; Cardiopatias congênitas no adulto; Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados; Doença cerebrovascular; Doença renal crônica; Imunossuprimidos; Hemoglobinopatias graves; Obesidade mórbida; Cirrose hepática] 

Comprovantes a serem apresentados: 

– Síndrome de Down (18 – 59 anos) 
– Pacientes em terapia renal substitutiva / em diálise (18 – 59 anos) 
– Pacientes transplantados imunossuprimidos (18 – 59 anos) 

Apresentar comprovante da condição por meio de exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica / Cadastro já existente nas Unidades Básicas de Saúde. 

– Pessoas com deficiência permanente (55 – 59 anos) 
Apresentar comprovante de recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social 

– Gestantes e puérperas com comorbidades (18 – 59 anos) 
Apresentar comprovante da condição por meio de cartão de pré-natal, exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica/ Cadastro já existente nas Unidades Básicas de Saúde. Puérperas – certidão de nascimento do filho(a) ou certidão de óbito (natimorto). 

– Pessoas com comorbidades (55 – 59 anos) 
Apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica/ Cadastro já existente nas Unidades Básicas de Saúde. 

Demais públicos 
O município aguarda a chegada de vacinas para continuar imunizando os demais públicos-alvo da campanha. As remessas são enviadas pelo governo estadual e cada uma deve ser destinada ao que determina a nota técnica que a acompanha, caso contrário não há reposição. 

Esta semana, com a remessa de 7.340 doses da AstraZeneca, entregue no dia 1º de maio, foi possível iniciar a imunização de pessoas com 60 anos ou mais. No mesmo dia chegaram 3.350 vacinas do mesmo laboratório, destinadas à 1ª dose de profissionais de saúde que ainda não tinham sido imunizados. 

Além disso, está ocorrendo também a aplicação de 2ª dose nos professores vacinados no primeiro grupo. Ainda não há uma previsão de chegada de imunizantes para dar continuidade à vacinação desse público-alvo, mas assim que houver, serão prontamente atendidos. 

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri