Troca da cobertura do Ginásio José Corrêa exige uso de novas técnicas

0
25

Após 18 anos de uso, chegou a hora de trocar a cobertura do Ginásio Poliesportivo José Corrêa, a casa dos esportes de quadra de Barueri. Além do desgaste natural das telhas, diversos fatores contribuíram para o surgimento de goteiras, por exemplo.

As obras começaram no dia 12 de junho. “Estamos retirando cerca de 40 toneladas de material. Usaremos cerca de 1.200 telhas trapezoidais de aço duplo galvanizado com espessura de 0,5 mm e altura de 40 mm, que terão miolo de lã de rocha e pintura eletrostática”, revela o arquiteto Alessandro Augusto dos Santos, coordenador-técnico da Secretaria de Obras de Barueri.

“Essa camada de feltro de lã, além de ser mais espessa, cria uma barreira resistente a ruídos, reduz a troca de temperaturas entre os ambientes e traz mais conforto térmico e acústico aos vizinhos, visitantes, espectadores e aos atletas”, arremata o arquiteto.

A fim de evitar a formação de poças d’água no eixo superior do telhado, que acelera o processo de desgaste, haverá uma disposição mais eficiente na inclinação da água da chuva. Os trabalhos utilizarão de 15 a 35 colaboradores diretos e indiretos e deverão demorar 180 dias. Se não houver chuvas, a entrega poderá ser antecipada.

Com a adoção dessas técnicas, com o desenvolvimento da construção de uma estrutura metálica que impedirá o acesso de pessoas não autorizadas e com os arremates de praxe após a conclusão das obras, o telhado estará livre de infiltrações e terá maior durabilidade.

“A Prefeitura de Barueri, por meio das Secretarias de Esportes e de Obras, tem investido muito na qualidade e segurança dos equipamentos públicos esportivos. Além das manutenções diárias, têm sido feitas várias obras e reformas para melhorias contínuas nos ginásios, campos, quadras e academias. A reforma do telhado no Ginásio José Corrêa era necessária por conta das excessivas goteiras com prejuízo para os jogos e eventos. Além disso, serão feitas outras melhorias e fechamento no telhado para evitar que crianças subam e corram atrás de pipas, tornando o ambiente mais seguro”, declara o secretário de Esportes Tom Moisés.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri