SDPD de Barueri e de Ibiúna trocam experiências

0
44

Na manhã de quarta-feira (dia 28), a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Barueri (SDPD) recebeu a visita da pasta de mesmo nome do município de Ibiúna, Márcia Aparecida Gerônimo. O que motivou o encontro foi a troca de experiências dos locais no atendimento de cidadãos com necessidades especiais.

O gestor da SDPD de Barueri, Carlos Roberto da Silva, o professor Carlinhos, contou sobre alguns projetos adotados pela pasta que, possivelmente, poderiam ser implantados em Ibiúna. “Nós temos diversos projetos aproveitáveis dentro do município, até como referência para todo o Brasil. É muito importante criar uma comissão permanente de acessibilidade na cidade, pois facilita o ir e vir da pessoa com deficiência. Outro projeto bastante importante é a criação de um Centro Dia”, menciona Carlinhos.

O Centro Dia é um projeto que visa a interação social de pessoas com deficiência, maiores de 18 anos, que não vão para o mercado de trabalho devido sua condição. Conforme explica o secretário, muitos perdem familiares e cuidadores. “O Centro Dia é como se fosse uma interação social, na qual eles frequentam a Secretaria todos os dias, tendo convívio com outras pessoas com deficiência em diversas atividades: culturais, esportivas, oficinas. Aqui ainda são proporcionadas refeições, como café da manhã, almoço, café da tarde, além de transporte para sua residência”, diz o gestor.

Já a gestora da Secretaria de Direito da Pessoa com Deficiência de Ibiúna, Márcia Aparecida, relatou que a pasta foi criada em 2015, quando ela recebeu o convite devido à sua expertise na área. Segundo ela, a gestão municipal de lá também quer tornar essa uma prioridade com o objetivo de proporcionar mais qualidade de vida às pessoas com deficiência. IMbuída desse propósito, Márcia decidiu analisar as melhores experiências nas cidades vizinhas e citou Barueri.

“Eles têm muito a nos passar e com certeza é um projeto e um trabalho maravilhosos os realizados aqui e, definitivamente, vai somar muito. Em conversas com o secretário, a gente pode colher muitas ideias que vou levar a Ibiúna para implantação. E Barueri vai estar sempre de portas abertas, como o secretário mencionou, assim como nos recebeu hoje e vai dar muitas oportunidades sempre melhorarmos a nossa cidade”, afirmou a convidada.

A secretária ainda ressaltou o que Ibiúna adotou nestes quatro meses de governo. “A gente já implantou agora a Equoterapia em parceria com um empresário, que nos cedeu um haras e é uma causa dele também, que tem um filho autista. A Equoterapia, que abrange todas as deficiências também, é um dos projetos que serão iniciados, fora outros que vamos abranger, dando todo o suporte a todas as idades”, mencionou Márcia.

Ela ainda pretende adotar dois projetos que Barueri desenvolve para utilização em Ibiúna: o que envolve a empregabilidade de pessoas com deficiência e o Viver Sem Limites (Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, do Decreto 7.612, de 17 de novembro de 2011).

A convidada percorreu as dependências da SDPD de Barueri e conheceu os trabalhos que envolvem reabilitação, acompanhamento, convivência, além da infraestrutura  composta pelas diferentes aparelhagens, as piscinas e os veículos adaptados.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri