Profesp Elite Aprendiz gera ótimos resultados

0
133

Em período de pandemia muitas atividades ficaram paradas. Não foi o caso da equipe do Profesp  Elite Aprendiz, que aproveitou o tempo para fazer um trabalho de levantamento de informações dos 45 participantes. Desde ligações telefônicas, visitas nas casas dos adolescentes e até suporte para algumas famílias que perderam familiares próximos. O trabalho não parou.

Por meio de um acordo entre as Secretarias de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads) e Educação, foi disponibilizada uma sala da plataforma Google for Education, utilizada para a continuidade das aulas, já que não era possível fazer isso presencialmente.

Paralelamente, a equipe do Profesp Elite Aprendiz fez uma busca de vagas nas empresas, visando a colocação desses jovens no mercado de trabalho. O resultado foi que, dos 45 jovens, oito já estão inseridos em empresas como aprendizes.

Onde tudo começou
Em agosto de 2017 começou o Programa Força no Esporte (Profesp) em Barueri. A novidade foi trazida pela Deputada Federal Bruna Furlan.

O objetivo do Programa é acompanhar crianças e adolescentes no contraturno escolar oferecendo atividades esportivas, apoio educacional, noções de civismo, ações socioassistenciais, acompanhamento familiar e cuidados com a saúde.

Em Barueri, a gestão do Profesp é feita pela Sads em parceria com o 20° Grupo de Artilharia de Campanha Leve (GACL).

Profesp Elite Aprendiz
A Lei 2.741/2020 criou o Profesp Elite Aprendiz. Ela prevê que ao sair do Profesp Esportes, o jovem, que entrou com oito anos no programa, aos 14 vá para o Profesp Elite, passe por uma capacitação de seis meses e receba durante esse período o valor de 10% do salário mínimo. Na sequência, é encaminhado para um estágio recebendo o valor de meio salário mínimo. Ganhando experiência, é hora de disputar uma vaga na empresa como aprendiz.

Para a secretária da Sads, Adriana Bueno Molina, o resultado é muito bom: “no início, vemos uma criança em situação de vulnerabilidade, oferecemos atividades no contraturno escolar e, quando chega a adolescência, participando do Elite Aprendiz, ela vence as dificuldades e pode disputar uma vaga no mercado de trabalho de forma igualitária com aqueles que tiveram as melhores oportunidades. Isto graças a um investimento feito na parte social e na parte emocional e, é claro, contando com toda estrutura que a cidade de Barueri oferece”. É assim que Barueri consegue transformar a vida dos jovens e de suas famílias.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri