Novo setor de alergia do Centro de Diagnósticos já faz mais de 200 procedimentos/mês

0
44

Mesmo em fase final de implantação, o novo setor de alergias do Centro de Diagnósticos Maria Mariano Meneghin, de Barueri, já realiza mais de duas centenas de procedimentos por mês, com ritmo gradual de crescimento conforme registram os últimos meses. De 144 procedimentos feitos em outubro do ano passado, o equipamento contabilizou 177 em novembro, 181 em dezembro e 239 procedimentos em janeiro – mês considerado mais fraco em razão do período de férias.

A expectativa é que, após a reforma completa do espaço de 500 metros quadrados no segundo andar do Centro destinado ao setor de alergologia (ramo da medicina que diagnostica e trata doenças alérgicas), os procedimentos da área cheguem a mil exames mensalmente nas mais variadas especialidades.

Ainda não há um prazo determinado para a realização da obra do setor de alergias, que precisa passar por algumas etapas para sua conclusão. No entanto, a iniciativa mostra seus acertos e avanços. “Temos mais facilmente acesso a disponibilidade de material e equipamentos de ponta, com mais segurança aos médicos e pacientes”, disse o médico Gustavo Silveira Graudenz, responsável técnico pelo setor, com 25 anos de experiência na área.

Alta tecnologia
Aliás, a presença de equipamentos de alta tecnologia é um dos diferenciais do Centro de Diagnósticos, o que o coloca entre os mais modernos do País, inclusive considerando os grandes centros privados de Saúde. Há exames para casos de alergias causadas por medicamentos, alimentos, insetos e alergias ocupacionais, de casos suspeitos de anafilaxia e das alergias de pele (urticárias, dermatites), além daqueles da área de otorrinolaringologia (sinusites, rinosinusites e otites).

Os serviços elencados no setor vão desde avaliação e seguimento clínico das doenças alérgicas, como testes de provocação para casos de alergias medicamentosas, hipossensibilização para tratamento de doenças respiratórias alérgicas, assim como dietas de exclusão, reintrodução escalonada de alimentos e testes de provocação com alimentos. Tudo em caráter multidisciplinar e integrado.

Atendimento humanizado
A professora desempregada Rita Maria Alencar Miranda, de 59 anos, moradora do Engenho Novo, que tem alergia a alguns medicamentos e está fazendo exames no Centro elogia tanto as instalações quanto o atendimento dos profissionais. “Senti muita segurança por parte do médico e dos enfermeiros. Já tive bons convênios particulares antes de morar em Barueri. Eu vim para cá em 2004 e deixei o convênio privado até porque não podia mais pagar, mas não me arrependo nem um pouco. Estou bastante satisfeita usando a rede municipal”, disse Rita Maria.

Já a gerente financeira Eva Maria de Menezes, de 34 anos, estava acompanhando os exames do filho Felipe, de cinco anos, que sofre com problemas alérgicos. “Fomos muito bem atendidos, não tem filas e o pessoal é bastante humano com a gente”, comentou Eva, moradora do Chácaras Marco.

O Centro de Diagnósticos de Barueri atende pacientes encaminhados pela rede de saúde do município. O local realiza, gratuitamente, mais de mil tipos de exames dentre os de imagem e laboratoriais.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri