Mulheres que educam, acolhem e inspiram

0
97

Esta matéria faz parte da série “Mulher Protagonista”, produzida pela Prefeitura de Barueri em homenagem ao Dia Internacional da Mulher 2021. De 8 a 12 de março serão publicadas reportagens com foco no protagonismo da mulher barueriense.

Os homens que nos desculpem, mas as mulheres dominam com maestria as salas de aula. Seja na cidade de Barueri ou qualquer outro lugar do Brasil.

De acordo com dados da Departamento de Recursos Humanos da Secretaria de Educação de Barueri, do total de 2.784 professores da rede de ensino, 80% são mulheres. Recentes estudos da Unesco apontam que o Brasil é o país das professoras. Com exceção da Itália, em nenhum outro lugar do mundo há tantas mulheres exercendo o magistério quanto aqui.

Como não poderia ser diferente, esta é a oportunidade para se render as justas homenagens às mulheres educadoras de Barueri, que mesmo em meio a pandemia, se desdobram para levar conhecimento por intermédio das desafiadoras aulas on-line, oferecem acolhimento aos estudantes, sem contar a dupla jornada com seus afazeres domésticos e a família.

Há 17 anos nas escolas de Barueri
Representando todas as educadoras de Barueri destaca-se a professora Maria de Fátima Nunes. Exercendo o magistério nas escolas da rede desde 2004, a dedicada docente de Ciências na Emef Dalva Fogaça é um exemplo de mulher: batalhadora e estudiosa.

Apaixonada por astronomia, no ano de 2009 foi uma das primeiras professoras a incentivar os estudantes a participarem da Olimpíada Brasileira de Astronomia. De lá pra cá nunca mais deixou de participar e colecionar medalhas.

Moradora de Barueri e aos 65 anos de idade, a querida professora já passou por diversas unidades de ensino da cidade e lecionou para milhares de estudantes baruerienses. Maria de Fátima acredita que a grande beleza em exercer o magistério “é entender que cada ser humano é diferente, portanto, cada um de nossos alunos devem ser tratados e compreendidos de forma única”.

Sobre os grandes desafios implementados pelas aulas on-line no atual período de pandemia do coronavirus, ela avalia: “como professora, o grande aprendizado tem sido constatar a importância da transferência do conhecimento. Além de ensinar, tenho aprendido muito sobre tecnologia com todos os meus alunos. Sinto falta das aulas presenciais, mas aproveito esse momento também para levar aprendizagem e acolhimento a todos”, diz.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri