Muito além da assistência: enfermagem do HMB monta kits para presentear mães internadas

0
82

A ação de voluntariado celebrou o Dia das Mães na unidade

Neste dia 12 de maio é celebrado o Dia Internacional da Enfermagem. São profissionais indispensáveis para o dia a dia dos serviços de saúde, não apenas em termos de assistência, mas também no cuidado diário aos pacientes. Um dos maiores exemplos disso aconteceu no Dia das Mães, no Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB). Nesta data sempre foi comum a unidade ter muitas atividades, em função das parcerias com voluntários que cantam, contam histórias e entregam lembrancinhas para as pacientes. Mas, no cenário de pandemia, essas ações precisaram ser suspensas para evitar a circulação de pessoas e a propagação do novo coronavírus. Mesmo assim, um dia tão importante não poderia passar sem uma comemoração, por isso a equipe de enfermagem do local montou kits de higiene pessoal para todas as mães internadas. 

A enfermeira Andreíza da Silva, mãe de uma menina de um ano, e a técnica de enfermagem Sheila Marques, que tem três filhos, perceberam que alguns pacientes chegam na unidade sem itens para higiene pessoal. Então, decidiram suprir uma necessidade com carinho e, por meio de doações, arrecadaram produtos como shampoo, condicionador, hidratante, sabonete líquido, desodorante, creme dental e escova dental. “A ideia principal era oferecer os kits para as pacientes das áreas críticas de Covid-19, mas nossos familiares e amigos gostaram tanto da ideia que conseguimos montar 100 deles e pudemos entregar para todas as mães internadas no hospital”, explica Andreíza. 

Esses itens são considerados como pertences do paciente e, conforme orientação do Manual do Paciente (entregue no momento da internação), os familiares precisam trazer os produtos no horário de visita ou de boletim médico, nos casos de Covid-19. Mas a equipe de enfermagem, que realiza a higiene pessoal dos pacientes intubados, tem percebido que muitas famílias não conseguem trazê-los. “Algumas não trazem os produtos ou o fazem só uma vez. Outras podem não ter condições de comprar o sabonete líquido, por exemplo, que é o mais indicado para pacientes acamados”, esclarece a enfermeira. 

“São itens que oferecem um conforto às pacientes, reforçando o seu bem-estar enquanto estão internadas. Em um momento de tantas perdas, pensamos em oferecer para essas mães um pouco de carinho e esperança em dias melhores, para que elas se fortaleçam e logo possam sair do hospital”, comenta Sheila, que perdeu a mãe faz dois anos e encontrou nessa iniciativa uma forma de amenizar a sua própria dor.

Carinho em um momento difícil 
Datas comemorativas são marcadas pelos encontros e principalmente pela comunhão, por isso a enfermagem encontrou a possibilidade de oferecer atenção e afago para as mães internadas.  Devido à pandemia de Covid-19, as regras de visitação foram alteradas, com diversas restrições, visando garantir a segurança dos pacientes.  “O momento da entrega foi muito gratificante porque a cada leito que a gente entrava, era uma reação diferente. A maioria das mães chorou de emoção porque não esperava esse carinho, principalmente porque elas sabiam que não poderiam receber os familiares e não estariam nas suas residências para o tradicional almoço de Dia das Mães”, conta a técnica Sheila, que reconhece a importância da sua profissão para cuidar e demonstrar carinho nessas situações.

Como os pacientes internados nas áreas de isolamento para o tratamento de Covid-19 não podem receber visitas, em função do risco de contaminação, a entrega dos presentes também serviu para amenizar um pouco o sentimento de solidão. “Estou internada pela segunda vez, mas estou bem e estou sendo bem tratada, tanto que para comemorar essa data eu ganhei até presente. Não esqueceram de nós! Essa ação me emocionou muito”, agradeceu Francisca da Silva, que está na enfermaria Covid há cinco dias. 

A paciente Roseli dos Santos, internada há uma semana no HMB, também ficou emocionada e demonstrou muita felicidade. “Eu achei que este Dia das Mães ia passar em branco, mas olha o que vocês vieram me proporcionar. Me alegrei muito. Obrigada mesmo”.

“Já entramos no quarto sorrindo, falando ‘bom dia’ e elas ficaram com aqueles olhares curiosos, mas quando desejamos ‘Feliz Dia das Mães’, muitas se emocionaram. Quando elas percebem que são lembradas, que alguém veio trazer um carinho, um presente, elas choram muito de emoção e alegria”, explica Andreiza, que considerou essa ação como seu melhor presente de Dia das Mães.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri