Melhor forma de celebrar Dia Internacional da Síndrome de Down é com inclusão, prega SDPD

0
49

21 de março é o Dia Internacional da Síndrome de Down. As várias entidades que trabalham com esse público-alvo criaram a data como forma de conscientização de toda a sociedade à luta pelos direitos de inclusão dessas pessoas.

A Síndrome recebeu esse nome em homenagem ao médico inglês John Langdon Down, que descreveu suas características em 1866. Ela ocorre em razão da trissonomia (três cromossomos ao invés de dois no par número 21). Daí a razão da escolha do dia 21 do terceiro mês.

Em Barueri a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SDPD) atende 209 pessoas com Síndrome de Down. Além das atividades físicas (natação, capoeira, taekwondo, ginástica, entre outras), há  Empregabilidade, Tecnologia Assistiva, Centro Dia etc.

Música e pintura também fazem parte das oficinas. Os técnicos avaliam as potencialidades individuais, encaminham os usuários e acompanham a evolução. Os responsáveis também recebem orientação através de palestras para que mantenham e até aprimorem os avanços dos participantes.

“Muitas outras atividades, tais como oficinas de artesanato, passeios e viagens, também são  acompanhadas pelos pais e responsáveis”, explica Patrícia Fulachio, diretora do Departamento de Empregabilidade.

Em razão da pandemia, muitas atividades estão suspensas. A SDPD, entretanto, manteve algumas delas on-line. “Meu filho tem ginástica todas as quartas-feiras”, afirma Isabel Santana, moradora do Jardim Belval desde 2012, e mãe de Davi Santana, de 29 anos.

“Anteriormente ele também frequentava as aulas de natação, violão e pintura. Estou muito triste com a suspensão, mas no momento não tem jeito. Sou muito grata à SDPD e por todo o bem que os professores fazem pelo Davi”, complementa ela.

A data será lembrada nas redes sociais da SDPD. Muitas atividades também estão disponíveis no portal da Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down (FBASD).

Acesse: http://federacaodown.org.br/programacao-2021/

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri