Cras do Imperial reabre em novo endereço

0
68

O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Parque Imperial reabriu nesta segunda-feira, dia 4, em novo endereço. O serviço é gerido pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads). O prédio conta com estrutura e espaço ampliados, proporcionando maior conforto para a população atendida. O Cras do Parque Imperial foi inaugurado no dia 1° de março de 2006. 

No mesmo local, mas de forma totalmente independente, também entrou em funcionamento a unidade do Núcleo de Moda do Parque Imperial. 

A mudança 

O novo prédio está localizado na rua Pero Vaz de Caminha, n°08, e conta com quatro andares. No térreo é onde acontece a maior parte do atendimento.  Há um andar específico para atendimento dos grupos de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e também para os cursos oferecidos pelo Cras. De forma independente, estão as novas instalações do Núcleo de Moda. 

Boas-vindas 

A secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Adriana Bueno Molina, esteve no Cras. Ela conversou com servidores e população e promoveu um café da manhã de boas-vindas. Adriana também falou com as alunas do Núcleo de Moda:  

“A ideia começou há muitos anos, pois era um desejo da Sônia Furlan promover esses cursos que hoje são muito procurados. Hoje estamos em um espaço melhor, com certificação do Senai e, além dos cursos, o objetivo é que vocês possam gerar renda”, disse.  

A secretária explicou que, em breve, será inaugurada uma confecção no Vale do Sol, onde alunas poderão trabalhar e ganhar dinheiro. Disse ainda que durante o período da Campanha do Agasalho algumas alunas mais avançadas são chamadas para costurar agasalhos novos e, pelo trabalho, recebem uma bolsa-auxílio. 

Oportunidades 

Para Adriana, o prédio do Cras é uma grande conquista: “neste novo espaço teremos condições de atender melhor a população com os serviços do Cras, além de propiciar um local adequado para os cursos de geração de emprego e renda. O governo municipal está empenhado em proporcionar oportunidades para a população mais vulnerável”. 

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri