Casa do Trabalhador de Barueri encaminha milhares de pessoas a vagas de emprego

0
73

O desemprego tem sido uma dura realidade para mais de 14 milhões de brasileiros, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No primeiro trimestre deste ano o índice bateu recorde atingindo a marca dos 14,7%, a maior desde 2012. Se formos acrescentar nessa conta o número de pessoas em trabalho informal, e geralmente precarizados, o contingente de brasileiros ultrapassa os 33 milhões.

É contra essa dura realidade que a Casa do Trabalhador de Barueri tem conseguido encaminhar milhares de moradores da cidade às vagas abertas pelas empresas.

Ligada à Secretaria de Indústria, Comércio e Trabalho, a Casa do Trabalhador foi criada para promover a igualdade de oportunidades integrando o cidadão ao mercado de trabalho. Isso é feito através da realocação da força de trabalho, encaminhando pessoas desempregadas às vagas existentes nas empresas, e do desenvolvimento de programas e projetos destinados, incluindo parcerias com entidades privadas ou públicas.

A Casa do Trabalhador disponibiliza as vagas de emprego utilizando a plataforma digital do governo federal Emprega Brasil. Localizada no Ganha Tempo de Barueri, tem mantido os atendimentos remotamente nesse período de pandemia. Os interessados devem cadastrar-se no Emprega Brasil e ficar de olho nas oportunidades que surgem na cidade. Os alertas baseiam-se no perfil do candidato.

“Para cada vaga, procuramos encaminhar de três a quatro candidatos. Tivemos cerca de 1600 vagas divulgadas até o mês de abril deste ano. Cerca de 4.500 a 6000 candidatos foram encaminhados, todos moradores de Barueri e região”, informa a supervisora do setor de Captação de Vagas da Casa do Trabalhador, Luciane Lopes da Silva.

Cassia Raquel Garcês Silva foi recentemente recolocada no mercado graças aos serviços da Casa do Trabalhador. Moradora do Jardim Maria Cristina, estava desempregada há pouco mais de dois anos. Nesta semana, Cassia começou a trabalhar como operadora de Caixa em um supermercado na Aldeia da Serra.

“Recebi uma mensagem de um amigo pelo WhatsApp, entrei em contato com a Casa do Trabalhador e enviei meu currículo. Em seguida fui encaminhada diretamente ao processo de seleção do supermercado. Fui muito bem atendida”, afirma Cassia.

Dica de ouro
Um candidato ou candidata que tenha um currículo bem elaborado, com as principais informações profissionais contidas nele, possui mais chances de ser chamado para uma entrevista de emprego.

Luciane recomenda que, além das informações relacionadas à formação escolar e experiência profissional, é preciso ter o currículo atualizado, principalmente com o telefone de contato. “Temos muita dificuldade em conseguir contato com os candidatos”, alerta.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri