Bolsistas do Renascer recebem cuidados do Projeto Desintoxica SP

0
31

A Prefeitura de Barueri ofereceu momentos de bem-estar por meio de terapias integrativas aos participantes do programa Renascer.Para isso, contou com a parceria do Instituto Desintoxica SP, que trata dependentes químicos. 

O programa Renascer beneficia pessoas que antes viviam em situação de rua e hoje encontram a oportunidade de ressocialização por meio de ações promovidas pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Sads) e Fundo Social de Solidariedade. Eles receberam de terapeutas voluntários tratamentos como acupuntura, ventosaterapia, shiatsu, reiki e dentre outros. 

“A acupuntura tem me ajudado ficar menos estressado, a relaxar e isso pra gente que está na Horta ajuda a concentrar mais e a produzir melhor”, conta João Augusto Sousa Barbosa, 24 anos, bolsista do Renascer e participa do projeto Horta da Gente.  

João Augusto conta ainda que o programa lhe trouxe mais responsabilidade e resgatou a sua dignidade. “Depois que entrei no Renascer, soube investir o dinheiro que ganho do projeto. Hoje estou procurando meu cantinho para morar. É um ponto de partida”, declara. 

Desintoxica SP 

O coordenador do Instituto Desitoxica São Paulo, Ramon Reis dos Santos Oliveira, explica como surgiu o projeto e enaltece o trabalho realizado pela Sads e o Fundo Social com os integrantes do Renascer. 

“Eu atendo Naturopatia e Naturologia, do particular fui para o público. O projeto começou comigo indo na Cracolândia, quando vi que é preciso olhar para a saúde dessa galera. Não é fácil, e a palavra que define esse trabalho é paciência e o Fundo Social e a Sads fazem um trabalho incrível. Saber que o poder público tem esse olhar com os moradores de rua é maravilhoso”, agradeceu.  

Como a terapia integrativa age 

De acordo com Ramon, as terapias integrativas complementares, no caso dos dependentes químicos, focam a sintomatologia da abstinência e estimula e acelera a eliminação das toxinas, auxiliando na diminuição da ansiedade, melhorando a respiração, aliviando as tensões e tratando casos de depressão. 

Recomeço 

“Me tornei dependente química aos 12 anos de idade. Usei álcool e cigarro, e depois desses dias de tratamento me sinto suave, bem mais leve. Sinto a paz dentro de mim, tenho mais autodomínio e autocontrole. Eu não sinto tanta vontade de fumar, me estou motivada”, afirma Selma Nunes, 60 anos, que tem recebido os cuidados do Desintoxica e reforça que o programa Renascer foi de fato um recomeço. 

“O projeto Renascer foi uma porta de escape que Deus abriu para mim e para o meu filho. Chegamos lá sem saber o que fazer e pra onde ir e esse projeto foi uma salvação, estávamos afundando no mar. O projeto deu essa oportunidade e a gente renasceu!”, conta. 

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri