Você conhece o programa “Laços – Apadrinhamento Afetivo”?

0
37

uscando atender ao que preconiza o ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente, que diz que toda criança tem direito à convivência familiar e comunitária, a Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Assistência Social, implantou, em 2017, o Programa “Laços – Apadrinhamento Afetivo”.

O Apadrinhamento Afetivo não é um projeto de adoção. Destinado às crianças e adolescentes de 7 a 18 anos, que hoje vivem acolhidos em SAICA (Serviço de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes), o programa prevê a ligação afetiva entre esses jovens e os padrinhos. Os encontros entre eles são no mínimo quinzenais, e geralmente acontecem nos finais de semana.

Os padrinhos que já fazem parte do projeto foram especialmente preparados para isto. Ao demonstrar o interesse, eles passaram por um período de qualificação, que durou três meses, e só depois conheceram as crianças que iam apadrinhar. Vale lembrar que é a criança quem escolhe o seu padrinho, após encontro promovido entre todos os candidatos e todas as crianças selecionadas pelos técnicos da SAS. A escolha das crianças/ adolescentes que participarão do programa é feita pelos técnicos do serviço, levando-se em conta o Plano Individual de Atendimento e as demandas dos acolhidos.

Os novos padrinhos também passarão por processo de qualificação, para entenderem suas responsabilidades. Esse processo, a princípio, acontece duas vezes por ano, conforme a adesão ao projeto vai crescendo. Quem se interessar pode fazer o cadastro na Secretaria de Assistência Social, na Rua da Saudade, 180, ou obter mais informações no telefone 2183-6713.

Curiosidade – Na primeira fase do programa, quando sete crianças foram padrinhadas, a SAS reuniu essas crianças e os possíveis padrinhos num parque, sem compromisso, para que se conhecessem. Em reunião posterior, cada padrinho revelou com qual criança havia se identificado mais, mesmo sabendo que a escolha partiria da criança. Ao mesmo tempo, os técnicos conversavam com as crianças para saberem quem eram seus escolhidos. As crianças escolheram os padrinhos certos, sem saber que eles já haviam contado de suas afinidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui