Programa Amigo Pet aproxima a sociedade de animais abandonados

0
25

Lei Municipal nº 2.845, de 12 de julho de 2021, institui o programa Amigo Pet, que dá a possibilidade de pessoas físicas e jurídicas, além de fabricantes de artigos, medicamentos e alimentos para pets, realizarem doações para ajudar animais em situação de abandono acolhidos por protetores independentes e ONGs que atuam nessa causa.   

Para contribuir com o programa, basta procurar a unidade I do Centro de Proteção ao Animal Doméstico (Cepad), localizado na rua Vera Cruz, 340, no Bairro dos Altos, e fazer a entrega. Por sua vez, o Cepad irá encaminhar os itens aos protetores e instituições cadastradas em seu banco de dados, levando bem-estar a esses pets.  

Já os protetores que atuam na causa animal ou institutos especializados que precisam desta ajuda devem, enquanto pessoa física ou ONG, ter seu endereço de atendimento em Barueri para procurar o Cepad I. Lá, irão passar por uma entrevista e entregar a documentação solicitada. Uma vez aprovados e cadastrados, já passam a receber as doações. Mas vale lembrar que a ajuda está limitada à quantidade e à disponibilidade dos itens recebidos por doação.  

Além do projeto Amigo Pet, o Cepad já realiza, quando há disponibilidade, a doação de medicamentos, ração e outros itens a protetores e ONGs.   

A médica veterinária do Cepad I, Paula Nunes, conta que o Centro, os protetores e as ONGs fazem a sua parte, mas cabe a cada pessoa também contribuir não abandonando seus pets, seguindo os critérios da adoção responsável e tirando esses animais de situações de risco.  

“O Cepad, juntamente com os protetores de animais da cidade de Barueri, empenha-se para retirar das ruas cães e gatos em situação de risco ou sofrimento, porém, o mais importante é o compromisso da população em garantir que os seus animais estejam em segurança dentro de suas casas e que sejam castrados, evitando o abandono. A conscientização da população quanto à guarda responsável é fundamental para alcançarmos nosso objetivo de bem-estar animal.”, destaca.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri