Bate-papo de Cinema apresenta o clássico “Paris, Texas” na mostra Pontos MIS Belas Artes

0
36

Cada semana os amantes da sétima arte pode conferir gratuitamente uma exibição de um filme seguido de um bate-papo. A parceria entre a Secretaria de Cultura e Turismo de Barueri e o MIS (Museu da Imagem e do Som) realiza o Bate-papo de Cinema Pontos MIS, aos sábados, exibições de filmes seguidos de debates ao vivo no YouTube do museu, buscando trazer membros da equipe dos filmes, pesquisadores da área, críticos de cinema, jornalistas e agentes cineclubistas para discutir sobre a obra e apresentar curiosidades da produção.

Neste mês de julho, em parceria com o serviço de streaming Belas Artes À La Carte, o MIS apresenta uma mostra de filmes que percorre o mundo, transitando por vários continentes.

Na primeira edição, o clássico “Paris, Texas” (dir. Wim Wenders, Alemanha, 1984, 146 min, 12 anos) é analisado por Marcelo Lyra (crítico literário, crítico de cinema e professor), participação de Juliana Brito (diretora executiva do Belas Arte Grupo) e com  mediação de Giuliana Monteiro (roteirista e diretora).

O filme estará disponível no dia 1 de julho (às 11h) até 3 de julho, classificação 12 anos, acessibilidade: libras. O Bate-papo ao vivo será no dia 3 de junho, às 18h, no canal do MIS YouTube.

A inscrição será via link: https://forms.gle/gYH4CpKLRecju6FA9

Sobre o filme Paris, Texas
(Dir. Wim Wenders, Alemanha, 1984, 146 min, 12 anos)

Um homem é encontrado exausto e sem memória em um deserto ao sul dos Estados Unidos. Aos poucos, se recordando de sua vida, ele é acolhido pelo irmão Walt, que é casado com Anne. Com eles vive também Hunter, filho do homem sem memória, que volta a se identificar com o pai. O homem é Travis Henderson, que logo tem que enfrentar também sua esposa, Jane, e tentar acertar sua vida de novo.

O Belas Artes à La Carte é um streaming de filmes pensado para quem ama cinema de verdade. Seu catálogo, que conta com cerca de 400 títulos, inclui filmes de todos os cantos do mundo e de todas as épocas: contemporâneos, clássicos, cults, obras de grandes diretores, superpremiados e principalmente aqueles que merecem ser revistos e que tocam o coração dos cinéfilos.

Fonte: Secom – Prefeitura de Barueri