No FAB LAB, crianças criam cavaletes para a primeira “Rua de Brincar”

0
79

 

Alguns dos alunos do 5º ano da Emeb Adelino Brandão, do Morada das Vinhas, aproveitaram a ida ao FAB LAB nesta terça-feira (28) para personalizar e pintar as placas dos cavaletes que irão ser usados para fechar a Rua da Conquista, no Jardim Fepasa. O endereço será o primeiro identificado como “Rua do Brincar”, conceito que faz parte do programa Cidade das Crianças pelo incentivo à brincadeira.

O assessor especial da Divisão de Projetos Esportivos da Unidade de Gestão de Esporte Lazer, Felipe Cunha, explica que a iniciativa estreia já neste domingo (02), das 9h às 19h, com a supervisão dos moradores. “Nesta ação vemos claramente como a política voltada à criança no Município está integrada com o governo por plataformas, aproveitando inclusive da estrutura do FAB LAB para fazer o corte a laser e pintura do mascote do artista italiano Frato que ilustra os cavaletes”.

Larissa ficou feliz por poder contribuir para a brincadeira de outras crianças

A Larissa de Sá, de 11 anos, caprichosa em seus traços, comemorou a sua contribuição. “Com esta pintura, contribuo para que outras crianças possam brincar. Vou levar a sugestão para minha mãe. Quem sabe ela não tope levar essa ideia para a rua em que eu moro”.

Moradores do bairro, a dona de casa Vilma da Silva e o pedreiro Marcos Santos ficaram sabendo do programa por meio de um curso que fizeram por meio da Rede Jundiaí de Cooperação e aguardam a adesão dos moradores. “Este será um primeiro contato de todos com a novidade. Pretendemos montar uma amarelinha, brincadeiras de bola e ping pong”, comemora Vilma, que já faz um trabalho com as crianças do bairro por meio da igreja de que participa.

Ruas de Brincar
Os interessados na iniciativa devem preencher o formulário de adesão, disponível online ou na UGEL (5º andar – ala norte do Paço Municipal, avenida da Liberdade, s/n, Jardim Botânico) e obter as assinaturas de pelo menos 75% dos moradores do trecho indicado para fechamento. O formulário deve ser entregue no setor de protocolo do térreo do Paço Municipal e, em até 30 dias, a Prefeitura deve dar uma resposta. A decisão é publicada na Imprensa Oficial do Município, por meio de decreto, com validade de um ano e é válida para domingos e feriados.

O primeiro lote de cavaletes e de placas de identificação foi viabilizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), por meio de seu Fundo.