Femupo registra sucesso de público e o melhor das novas tendências da MPB

0
57

 

O recorde de público no Parque Municipal Dom José marcou as finais do Femupo – Festival de Música Popular Brasileira de Barueri, no último domingo. Os grandes vencedores foram o cantor e compositor Peterson Brito, com a música “Jeito de ser Feliz”, na categoria “Prata da Casa” (de autores inscritos de Barueri), e o cantor e compositor Zé Alexandre, com “Foi Assim”, na categoria “Livre” (de músicos de todo o país). A apoteose da festa foi o show de encerramento de Nando Reis, fechando o domingo com o prestígio que o Femupo merece pela sua tradição e aceitação popular. 

A tenda gigante especialmente montada no Parque Dom José ficou completamente tomada de pessoas, que também se aglomeraram do lado de fora da cobertura. Organizado pela Secretaria de Cultura e Turismo, o Festival mostrou uma riqueza cultural em meio a uma mistura de sotaques, integração musical e troca de conhecimento entre os artistas.  

O secretário de Cultura e Turismo, Jean Gaspar, acompanhou todo o Festival e destacou que os investimentos culturais são prioridades da gestão da cidade. “Saímos renovados e com a certeza de estar no rumo certo, principalmente após a declaração de um artista do quilate do ex-Titãs, que disse estar se sentindo em um oásis, pois em Barueri investe-se nas artes, já que são mais de 7.000 alunos matriculados”. No seu show, Nando Reis elogiou de público o trabalho feito pela Prefeitura de Barueri. 

No encerramento, Nando Reis fez um show contagiante. E no elogio a Barueri por saber que a cidade prioriza a arte, declarou: “Quero agradecer essa iniciativa, não há nada mais importante que isso. A arte é a saúde de uma nação! Educação e pensamento livres. Eu como artista me sinto lisonjeado e reconhecido e dou todo o meu apoio”. 

Um dos grandes destaques do Femupo foi a banda Caldêra, de Belo Horizonte (MG), que ficou em 3º lugar na categoria “Livre”,  com a música “Será que eu sou Louco?”, e conquistou também o prêmio “Aclamação Popular” (com os intensos aplausos do público devidamente registrados por um decibelímetro). O vocalista Tátio Abreu ressaltou a importância dos Festivais. “Valorizar o artista independente. O Festival tem esse poder. Estamos muito felizes pelo 3º lugar, mas foi lindo ganhar também o prêmio de ‘Aclamação Popular'”, destacou.  

Confira as canções premiadas no Femupo 2019
Categoria Prata da Casa
1º – Jeito de ser Feliz – Peterson Brito
2º – Coisas da Vida – Jade Chris
3º – Casa do Sossego – Gabriela Lima
4º – Última Carta- Ruy Júlio

Categoria Livre
1º – Foi Assim – Zé Alexandre (São Paulo-SP)
2º – Agreste – Luís Dillah (Novo Horizonte-SP)
3º – Será que eu Sou Louco – Banda Caldêra (Belo Horizonte-MG)
4º – Todo Possível – Márcia Cherubin (Santo André-SP)
5º – Dois Zoinhos – Carlos Gomes e Jéssica Sthephens (Praia Grande-SP)

Melhor intérprete 
Walter Lajes – Retrato Falado do Sertão (Vitória da Conquista-BA)

Aclamação Popular
Banda Caldêra – Será que eu Sou Louco?  (Belo Horizonte-MG)