Agronegócio de Jundiaí motiva visitas de grupos universitários

 

Engenheiros agrônomos da Unidade de Gestão de Agronegócio, Abastecimento e Turismo (UGAAT) acompanharam nesta quarta-feira (17) as visitas dos alunos de pós-graduação em Horticultura da Faculdade de Ciências Agronômicas da UNESP, de Botucatu (SP), e da graduação de Engenharia Agronômica da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) da USP, de Piracicaba (SP). A visita a Jundiaí foi motivada pela referência do Município para o manejo e a tecnologia na produção de hortaliças e frutas.

O grupo de Botucatu, sob a coordenação do professor Dr. Antonio Cardoso, visitou propriedades nos bairros do Champirra e Caxambu, onde conheceram as técnicas envolvidas na produção de abobrinha, pepino, berinjela e pimentão. O destaque da visita foi para a técnica de consórcio (cultivo simultâneo em um mesmo terreno) entre pepino caipira e uva, desde o plantio até a colheita.

Já os alunos de Piracicaba, sob a orientação do professor Dr. Francisco Mourão Filho visitaram cooperativas, propriedades rurais e adegas no Traviú e Caxambu, além da Estação Experimental de Fruticultura do Instituto Agronômico IAC, no Corrupira. A vista é motivada para o processo seletivo para alunos interessados no Grupo de Práticas em Fruticultura (GPF) da universidade. Durante as visitas, os alunos aprenderam técnicas utilizadas na produção e beneficiamento das frutas cultivadas no município, como uva Niagara e viníferas, caqui e pitaia.